Revista GGN

Assine
imagem de rdmaestri

CONTEÚDOS DO USUÁRIO

Postagens

A abominável elite do atraso e a popularidade de Bolsonaro.

Caso Bolsonaro chegue em segundo turno nas eleições presidenciais, se elas ocorrerem (grande dúvida) o livro de Jessé Souza deverá urgentemente sofrer uma reedição trocando inclusive o título!

Sabendo que a popularidade de Bolsonaro nas classes mais abonadas ultrapassa mesmo a sua popularidade em qualquer outra classificação, se o mesmo chegar ao segundo turno numa provável eleição presidencial em 2018, com urgência cientistas sociais, psicólogos e psiquiatras deverão urgentemente achar uma denominação mais veemente para o título do livro de Jessé Souza, talvez a “A abominável elite brasileira”, “A demente elite brasileira” ou daí para pior.

Bolsonaro como deputado federal já era considerado numa Câmara Federal que é completamente sem a mínima noção, como quase uma aberração, porém como candidato a presidente da república ultrapassa o sentido da palavra “lógica” ou mesmo “analfabetismo político”. Leia mais »

Sem votos

A abominável elite do atraso e a popularidade de Bolsonaro.

Caso Bolsonaro chegue em segundo turno nas eleições presidenciais, se elas ocorrerem (grande dúvida) o livro de Jessé Souza deverá urgentemente sofrer uma reedição trocando inclusive o título!

Sabendo que a popularidade de Bolsonaro nas classes mais abonadas ultrapassa mesmo a sua popularidade em qualquer outra classificação, se o mesmo chegar ao segundo turno numa provável eleição presidencial em 2018, com urgência cientistas sociais, psicólogos e psiquiatras deverão urgentemente achar uma denominação mais veemente para o título do livro de Jessé Souza, talvez a “A abominável elite brasileira”, “A demente elite brasileira” ou daí para pior.

Bolsonaro como deputado federal já era considerado numa Câmara Federal que é completamente sem a mínima noção, como quase uma aberração, porém como candidato a presidente da república ultrapassa o sentido da palavra “lógica” ou mesmo “analfabetismo político”. Leia mais »

Sem votos

Apesar de você, amanhã há de ser outro dia!

Dando como título a música de Chico Buarque e já imaginando que o golpe ainda se agravará mais com uma ditadura militar ainda mais sangrenta do que a de 1964, espero que todos reflitam e pensem no que escreverei e não sei até quando isto será possível e até quanto mesmo este texto estará aqui.

Não se iludam, o que passamos nos dias atuais é simplesmente um prenúncio de uma situação bem pior, pior se houver um golpe militar ou também pior se Lula for eleito e o confronto será inevitável. Um golpe militar na situação atual significa que as forças da reação virão para “terminar o serviço”, porém este término encontrará uma população mais mobilizada e muitos grupos e pessoas já esperando o que ocorrerá. Leia mais »

Sem votos

A direita vê esvaziado o seu discurso (somente o discurso, a ação não).

Para se verificar início de tendências políticas é necessário estar atento a determinados movimentos sutis, mas que ocorrem em massa, por exemplo, uma pessoa que segue mais mídias eletrônicas mais colocadas num padrão de esquerda o importante não é a leitura dos artigos, mas sim a qualidade dos mesmos e principalmente os comentários que são feitos sobre estes artigos.

Caso alguém tiver um olhar atento ao indicado acima, verá que a discussão política e social começa a se inverter pouco a pouco nestes dois aspectos, tanto artigos de jornais eletrônicos, vídeos, blogs ou vlogs começam a perder espaço vozes mais dissonantes de críticas de partidos e pessoas de orientação pequeno burguesa começam a ser substituídas por discursos mais articulados mais coerentes e com uma orientação mais à esquerda que algum tempo atrás. Leia mais »

Sem votos

O não desenvolvimento de partidos baseados em redes sociais, a rede e outras experiências.

Por que a Rede como partido ou como proposta política não se desenvolve? Da mesma forma pode-se pensando em outros grandes movimentos de mobilização de massa que procuraram a mobilização de longo parzo através das redes sociais, como Occupy Wall Street, o Syriza e o Podemos não evoluíram? Pois o mais difícil de tudo é definir como funciona não só a Rede mas como a rede, pois simplesmente ela segue a mesma lógica dos diversos movimentos “digitais” que na sua maioria não apresentam nenhuma consistência de ação e são mais uma série de palavras de ordem desbaratadas entre si sem elos fortes de ligação entre elas. Leia mais »

Sem votos

A morte do Reitor. Por que deveríamos estar surpresos?

A morte do Reitor. Por que deveríamos estar surpresos?

O reitor, que por respeito a sua família nem colocarei o seu nome, é mais uma das centenas de milhares de mortos de um sistema judiciário e penal que transforma o nosso país um exemplo de barbárie.

Somos na realidade um país de bárbaros, não na concepção romântica que muitas séries e filmes mostram, mas na concepção mais primitiva desta palavra, de um país que não tem respeito a vida humana, ou seja, se ela for tirada pelo assassinato direto puro e simples ou pelo assassinato causado pelo desprezo e ignorância as péssimas condições que vivem grande parte de nossos cidadãos. Temos que nos lembrar além da morte do reitor a morte dos milhares de mortos causados por todas as nossas instituições públicas ou privadas e principalmente pelo nosso sistema prisional que serve somente para liquidar tudo que há de humanidade não só das pessoas, mas também das instituições. Leia mais »

Média: 5 (2 votos)

Canção do Dragão, hino militar dos paraquedistas brasileiros uma tradução de um hino da SS.

Aqueles que quiserem entender um pouco mais de história olhe na Wikipedia a "Canção do Demônio" (SS marschiert in Feindesland )   e verão que esta canção é empregada por tropas nazistas da Waffen SS, tropas letãs, francesas e outras que lutavam do lado dos nazistas..O interessante que há exatamente uma tradução brasileira que é empregada pela brigadas de paraquedistas chamada "Dragões do ar"..( https://en.wikipedia.org/wiki/Devil%27s_song#Brazilian_version )  e cantada com todo o vigor e alegria pelo general Mourão ( https://youtu.be/-NtkzVm5UGQ ) e seus comparsas..Como o meu tio morreu em combate na segunda grande guerra mundial, levando para o lado pessoal, acho uma verdadeira vergonha ao exército brasileiro que alguma tropa brasileira utilize uma canção nazista, enaltecendo principalmente as Waffen SS, ou seja, assassinos torturadores e não militares, verdadeiros porcos. .Important Leia mais »

Média: 5 (1 voto)

Escândalo da Monsanto na União Europeia pode falir a agroindústria brasileira.

Escândalo da Monsanto na União Europeia pode falir a agroindústria brasileira.

Um relatório completamente parcial pode criar um caos na agroindústria brasileira, esta é uma das conclusões que se pode obter a partir de um “estudo” apresentado pela comissão de segurança alimentar da União Europeia que em 2015 simplesmente copiou-colou grande parte de um relatório da empresa Montesanto de 2011 que é a proprietária da patente do Glifosato.

O famoso herbicida Roundup, desenvolvido, produzido e comercializado pela Monsanto é baseado no princípio ativo Glifosato. Já há bastante tempo as ações sobre seres humanos deste princípio ativo vem sendo estudado por inúmeros pesquisadores e em muitos estudos é atribuído a este entre vários motivos a intensificação da incidência de câncer e deformações congênitas em fetos.

Na verdade, a Monsanto atua em duas pontas, primeiro ela vende o herbicida Roundup que só pode ser aplicado na Soja Roundup Ready® (soja RR) que é uma patente também da Monsanto.  Em resumo a produtividade maior da soja RR só é obtida com o uso do herbicida Roundup, e o uso desse herbicida só é possível na soja vendida pela Monsanto. Leia mais »

Sem votos

Escândalo da Monsanto na União Europeia pode falir a agroindústria brasileira.

Um relatório completamente parcial pode criar um caos na agroindústria brasileira, esta é uma das conclusões que se pode obter a partir de um “estudo” apresentado pela comissão de segurança alimentar da União Europeia que em 2015 simplesmente copiou-colou grande parte de um relatório da empresa Montesanto de 2011 que é a proprietária da patente do Glifosato.

O famoso herbicida Roundup, desenvolvido, produzido e comercializado pela Monsanto é baseado no princípio ativo Glifosato. Já há bastante tempo as ações sobre seres humanos deste princípio ativo vem sendo estudado por inúmeros pesquisadores e em muitos estudos é atribuído a este entre vários motivos a intensificação da incidência de câncer e deformações congênitas em fetos.

Na verdade, a Monsanto atua em duas pontas, primeiro ela vende o herbicida Roundup que só pode ser aplicado na Soja Roundup Ready® (soja RR) que é uma patente também da Monsanto.  Em resumo a produtividade maior da soja RR só é obtida com o uso do herbicida Roundup, e o uso desse herbicida só é possível na soja vendida pela Monsanto. Leia mais »

Sem votos

A capacidade crítica está cedendo à pressão neoliberal.

Ao olhar artigos escritos no Diário do Centro do Mundo, do Brasil247 e finalmente aqui no GGN vejo que a capacidade crítica das pessoas está sendo perdida para a massificação da propaganda neoliberal no mundo e no Brasil. Ao de forma triunfante escreverem loas ao livro “Internet Heroes Brasil” de Pedro Zambarda a notícia passa batida como se fosse a Uberização da economia o destino inevitável do mundo.

Quantos artigos contra a terceirização e a precarização do trabalho foram escritos e comentados nestas três plataformas digitais ditas “PROGRESSISTAS  (???)”, porém quando aparece uma ode ao máximo maximorum da precarização do trabalho, da terceirização e de um capitalismo sem risco e sem capital, mas que fica com 25% da mais valia do trabalho de cada um dos “colaboradores” (uma forma de chamar os empregados sem precisar nenhuma responsabilidade sobre eles) os comentários sobre esta excrescência capitalista, o ápice da exploração, não há praticamente nenhum comentário, ao contrário os títulos revelam que a fantástica economia dos aplicativos está vendendo a barreira da crise. Como? Detalharemos. Leia mais »

Sem votos

Como diferenciar Trump de Hillary? E é necessário?

Talvez seja possível numa primeira impressão estabelecer uma ligação entre Trump a fascistas fanáticos e Hillary a libertários. Porém como o mundo não é descrito pelos discursos que as pessoas fazem, mas sim pelos seus atos, esta primeira divisão entre os malvados fascistas e os inofensivos liberais possa se desmanchar nas ações e nas bases populares que cada um possui, entretanto, os discursos servem para motivar os movimentos sociais e intensifica-los para a direção que os oradores desejam.

Assim como J. F. Kennedy conseguiu colocar seus boys para matar os fedorentos comunistas na indochina e o suado e feio Nixon teve que tirá-los, Hillary distribuiu os assassinatos no terceiro mundo sorrateiramente com seus drones. Leia mais »

Sem votos

Como diferenciar Trump de Hillary? E é necessário?

Talvez seja possível numa primeira impressão estabelecer uma ligação entre Trump a fascistas fanáticos e Hillary a libertários. Porém como o mundo não é descrito pelos discursos que as pessoas fazem, mas sim pelos seus atos, esta primeira divisão entre os malvados fascistas e os inofensivos liberais possa se desmanchar nas ações e nas bases populares que cada um possui, entretanto, os discursos servem para motivar os movimentos sociais e intensifica-los para a direção que os oradores desejam.

Assim como J. F. Kennedy conseguiu colocar seus boys para matar os fedorentos comunistas na indochina e o suado e feio Nixon teve que tirá-los, Hillary distribuiu os assassinatos no terceiro mundo sorrateiramente com seus drones. Leia mais »

Sem votos

Qual a razão dos terraplanistas?

Parece que agora as mentes mais esclarecidas depois de lerem um artigo na BBC sobre o desenvolvimento de comunidades de terraplanistas que se desenvolvem na nossa pátria, começam a ficar preocupados com o advento deste absurdo no país.
.
Porém poucos se interessam em saber as origens e o porquê de tal absurdo científico sendo apoiado por centenas ou até milhares de pessoas no Brasil. Talvez devemos refletir mais sobre este movimento do que debochar e ridicularizar estes terraplanistas, pois eles são mais um sintoma da política brasileira do que outra coisa.
.
Uma das razões principais destes movimentos é tanto a falta de cultura histórica e mesmo o desconhecimento de parte de suas raízes e o alijamento de grande parte da população do que por séculos chamamos a “intelectualidade brasileira”.
. Leia mais »

Sem votos

Por que a Globo atacou Bolsonaro?

Com uma notícia truncada e manipulada, como de costume, a Rede Globo atacou Bolsonaro utilizando uma brincadeira que o mesmo fez que acharia uma saída para o mar para o estado de Minas Gerais, ao assistir o discurso do tacanho do deputado fica claro que ele estava fazendo uma brincadeira, porém a Globo como sempre editou a notícia e a utilizou para desmoralizar o deputado.

.

A pergunta que poderia ser feita é o porquê da usual manipulação da informação que a Rede Globo faz com as esquerdas o alvo seria o candidato da extrema direita?

.

Pode-se resumir a resposta numa só frase: Brincadeira tem hora!

. Leia mais »

Sem votos

Há realmente uma perda global na cultura brasileira?

Há vários artigos em jornais e blogs assim como vídeos no Youtube que reclamam de uma forma e outra da chamada perda de cultura da civilização brasileira, porém esquecem todos que só há perda de algo que existia anteriormente!

Há uma confusão entre a cultura geral de um povo e a chamada cultura clássica cultivada por grupos sociais encastelados em pequenos núcleos mais privilegiados. Conhecer música erudita não é mais nem menos do que conhecer uma música europeia dos salões dos séculos anteriores ao século XX, ou seja, conhecer uma música que tinha um sentido que correspondia a cada desenvolvimento filosófico como, por exemplo, o romantismo.

Os teóricos do saudosismo, ou da perda do que nunca existiu, enganam-se quando citam grandes autores nacionais e estrangeiros do passado imaginando que o conhecimento do trabalho destes era algo presente fora do que se chamava no passado a elite intelectual. Esquecem os teóricos do desastre intelectual dos dias atuais que esta intelectualidade no passado não era mais do que meia dúzia de consumidores vorazes de obras clássicas enquanto a maioria da plebe simplesmente nem sabia ler. Leia mais »

Sem votos

Fotos

Sem colaborações até o momento.

Vídeos

Sem colaborações até o momento.

Documentos

No século XX, a Eugenia, no século XXI a Pegada Ecológica.

Normal 0 21 false false false PT-BR X-NONE X-NONE MicrosoftInternetExplorer4 Leia mais »

Áudio

Sem colaborações até o momento.