Revista GGN

Assine

PT

Ricardo Zarattini, presente!

Jornal GGN – Ricardo Zarattini, um dos líderes históricos da resistência à ditadura, um militante obstinado da democracia, morreu neste domingo, aos 82 anos.

Pai do deputado Carlos Zarattini (PT-SP), Ricardo nasceu em Campinas, onde foi presidente da União Estadual dos Estudantes de São Paulo (UEE) e participou da campanha “O Petróleo é Nosso”, além de ter sido militante do PCB, do PCBR e da ALN.

Engenheiro, Zarattini filiou-se ao Sindicato dos Metalúrgicos da Baixada Santista onde se junto às lutas e greves dos trabalhadores pelo 13º salário. Foi um militante perseguido pela ditadura militar, tendo sido preso político.

Leia mais »

Média: 5 (4 votos)

PT fez interpretação errada sobre protestos de 2013, diz Duvivier

Jornal GGN - O humorista Gregório Duvivier afirmou em entrevista ao Estadão que lideranças do PT, como Fernando Haddad, e até mesmo intelectuais como Jessé Souza, fizeram uma leitura equivocada dos protestos que marcaram junho de 2013. Desde que Dilma Rousseff foi deposta com ajuda de grupos que mobilizaram as ruas, setores petistas passaram a considerar 2013 como o embrião do golpe. 

"Jessé Souza e Fernando Haddad, gosto deles, mas tenho discordâncias quanto à visão deles sobre 2013. Eles lêem 2013 como um protesto burguês, germe do impeachment. Como se 2015 tivesse nascido de 2013. Quer dizer, nasceu. Mas a pauta era tarifa zero, contra Cabral, não estava em pauta o fora PT, muito menos a volta da ditadura. O PT não soube dialogar, dialogou com porrada em São Paulo, e perdeu as ruas, a juventude, perdeu tudo, porque não soube dialogar", afirmou Duvivier.

Leia mais »

Média: 2.9 (10 votos)

André Singer: STF usou uma lei para Cunha e Delcídio e outra para Aécio

 
Jornal GGN - O cientista político André Singer avaliou em artigo publicado na Folha que a decisão do Supremo Tribunal Federal sobre o caso Aécio Neves prova que uma leis foram inventadas, a reboque da Lava Jato, para perseguir uns e poucar outros.
 
Na semana passada, por 6 votos a 5, a Corte decidiu, contraditoriamente, que o Legislativo tem poder para rever as medidas cautelares impostas a políticos com mandato pelo Judiciário.
 
"(...) o STF 'inventou' uma legislação, acoplando-se ao ambiente de exceção instaurado pela Lava Jato", disse Singer. "(...) a opção tomada pela corte em favor da Constituição, embora possa de imediato beneficiar uma corrente partidária em detrimento de outras, talvez ajude o país a barrar os mecanismos de exceção em curso e, quem sabe, a encontrar o caminho de volta à plena democracia", apontou.
Média: 5 (3 votos)

PT cobra de Alckmin explicação sobre busca na casa de filho de Lula

Foto: Divulgação

Jornal GGN - A bancada do PT de São Paulo emitiu nota cobrando explicações do governo Geraldo Alckmin (PSDB) sobre a ação de busca e apreensão na casa de Marcos Lula, filho mais velho de Lula.

O partido e a defesa da família do ex-presidente entendeu a operação como mais um ato de perseguição por parte das autoridades. Neste caso, a Polícia Civil foi motivada por uma denúncia anônima. Nada de ilícito foi encontrado, mas levaram de Marcos aparelhos de computador, mídias e documentos.

Leia mais »

Média: 4.6 (18 votos)

Se condenado em 2ª instância, Lula pode concorrer à presidência sub judice

Foto: Agência Brasil
 
 
Jornal GGN - A núcleo jurídico do PT já traçou uma estratégia para que Lula possa concorrer à presidência em 2018, mesmo que seja condenado em segunda instância por causa do caso triplex.
 
Segundo reportagem do valor, o partido conta que a turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região deve dar pelo menos um voto a favor da absolvição de Lula. Isso seria suficiente para que o ex-presidente recorra da decisão no próprio tribunal.
Média: 3.8 (9 votos)

Marqueteiros que delataram Dilma e Lula já estão em casa

Foto: Reuters
 
 
Jornal GGN - Delatores de Dilma e Lula, o casal de marqueteiros João Santana e Mônica Moura passaram pouco mais de cinco meses presos e, desde a última sexta-feira (6), já estão em regime domiciliar, monitorados por tornozeleira eletrônica. 
 
Segundo informações do Estadão, os dois ficarão mais um ano e seis meses nesse novo regime, ou seja, deixarão de usar a tornozeleira e poderão sair de casa a partir de abril de 2019.
Média: 1.3 (12 votos)

Parlamentares do PT pedem que PGR adote medidas contra bancada ruralista


Foto: De Olho nos Ruralistas - Observatório do agronegócio no Brasil com Jornalistas Livres
 
Jornal GGN - O Partido dos Trabalhadores entrou com três representações na Procuradoria-Geral da República (PGR), nesta quinta-feira (05), pedindo a investigação por crime de responsabilidade de ministros do Tribunal de Contas da União (TCU), contra a CPI criada na Câmara dos Deputados contra a FUNAI e o INCRA, e uma terceira contra medidas da bancada ruralista.
 
As três peças, dirigidas à Procuradora-Geral Raquel Dodge, foram assinadas por parlamentares do PT: os deputados Marco Aurélio Maia (PT-RS), Carlos Zarattini (PT-SP), Nilto Tatto (PT-SP), Luiz Couto (PT-PB), Paulão (PT-AL), Ze Geraldo (PT-PA), Erika Kokay (PT-DF), João Daniel (PT-SE), Patrus Ananias (PT-MG), Padre João (PT-MG), Leonardo Monteiro (PT-MG), Zeca (PT-MS), Beto Fato (PT-PA) e o senador Paulo Rocha (PT-PR), entre outros.
 
O pedido de investigação contra ministros do TCU pede a responsabilização penal por abuso de autoridade pela paralisação do Programa Nacional de Reforma Agrária. Os ministros representandos são Raimundo Carreiro, Walton Alencar Rodrigues, José Múcio Monteiro, Ana Arraes e Vital do Rêgo, Benjamin Zymler, Augusto Nardes e Aroldo Cedraz, além dos ministros substitutos Augusto Sherman Cavalcanti (Relator), Marcos Bemquerer Costa, André Luís de Carvalho e Weder de Oliveira.
Média: 5 (5 votos)

Supremo revoga prisões desnecessárias decretadas por Moro

Foto: Lula Marques
 
 
Jornal GGN - O Supremo Tribunal Federal concedeu habeas corpus a dois presos da Lava Jato, revertendo o decreto de prisão preventiva imposta a eles pelo juiz Sergio Moro. Segundo a assessoria da Corte, o ministro Ricardo Lewandowski liderou o entendimento de que a aplicação da pena só poderia ser possível após o julgamento em segunda instância. Além disso, Moro errou ao usar o argumento de que a prisão era necessária à manutenção da ordem pública.
 
De acordo com o informe, os empresários beneficiados pela decisão são Eduardo Aparecido de Meira e Flávio Henrique de Oliveira Macedo, ambos presos preventivamente em processo associado a José Dirceu.
Média: 4.5 (12 votos)

Moro diz que Lava Jato em Curitiba está "indo para o final"

Foto: Agência Brasil

Jornal GGN - O juiz Sergio Moro disse nesta segunda (2), durante um evento em São Paulo, que a operação Lava Jato em Curitiba está perto de terminar. Isso porque, segundo ele, os assuntos conectados à Petrobras estão esgotados. 

Leia mais »

Média: 1.5 (11 votos)

Deputados pedem ajuda de Alckmin para evitar "um novo Pinheirinho" em ocupação no ABC

Foto: MTST

Jornal GGN - Um grupo de parlamentares do PT e PSOL foram à sede do governo de São Paulo, nesta segunda (2), para pedir ajuda do governador Geraldo Alckmin (PSDB) contra a possibilidade de ocorrer um "novo Pinheirinho", agora em São Bernardo do Campo. A cidade do Grande ABC recebe, desde o início de setembro, uma ocupação gigante do MTST, com cerca de 7 mil pessoas. Os deputados temem que a ação de reintegração de posse reproduza a violência da Polícia Militar no episódio de Pinheirinho, em janeiro de 2012. 

Leia mais »

Média: 5 (2 votos)

O PT, a decisão do STF contra Aécio Neves e a defesa da soberania popular, por Eduardo Borges

O PT, a decisão do STF contra Aécio Neves e a defesa da soberania popular

por Eduardo José Santos Borges

Muito se falou e ainda vai gerar muita contenda na semana que entra,  o fato do PT ter se posicionado a favor de que o Senado cancele a punição do STF a Aécio Neves. Não vou perder tempo em me aprofundar em algum tipo de julgamento ao posicionamento do Partido dos Trabalhadores (isso já tem sido feito exaustivamente pela própria esquerda), mas entendo ser esse caso uma ótima oportunidade para iniciarmos (talvez já com algum atraso) um sério e efetivo debate sobre dois temas: o equilíbrio entre os poderes na atual conjuntura política brasileira e o respeito à soberania popular.

Leia mais »

Média: 4.3 (7 votos)

O PT joga água no moinho dos golpistas, por Aldo Fornazieri

O PT joga água no moinho dos golpistas

por Aldo Fornazieri

Vítima de um golpe, o PT virou protetor de um de seus maiores algozes: o senador Aécio Neves. Não é o STF que adotou uma "medida esdrúxula", mas é a direção do PT que está sendo esdrúxula pelo festival de erros que vem cometendo. Uma direção que adota posições não só contra a vontade da maioria da sua militância, da sua base social e do seu eleitorado, mas também contra o entendimento correto da Constituição.

A nota da direção do PT que condena o afastamento de Aécio é um equívoco completo, político, moral e jurídico. Em primeiro lugar, o Artigo 53 da Constituição estabelece que a inviolabilidade civil e penal dos mandados só se refere a "quaisquer de suas opiniões, palavras e votos" e não a crimes comuns, como é o caso das acusações que pesam sobre o senador tucano.

Leia mais »

Média: 3.5 (52 votos)

PT critica afastamento de Aécio pelo Supremo: "condenação esdrúxula"

Foto: Agência Brasil
 
 
Jornal GGN - O PT emitiu uma nota oficial, na tarde desta quarta (27), criticando a decisão da 1ª Turma do Supremo Tribunal Federal que afastou o senador Aécio Neves (PSDB) do mandato. "Não temos nenhuma razão para defender Aécio Neves, mas temos todos os motivos para defender a democracia e a Constituição", diz o PT. 
 
Segundo o informe, o partido sustenta que a resposta do Supremo ao "anseio de Justiça" que a sociedade espera ver em relação a Aécio teve uma resposta equivocada. Determinar o tucano ao afastamento do cargo e recolhimento noturno foi uma "condenação esdrúxula, sem previsão constitucional", diz o PT.
Média: 4.2 (15 votos)

Por benefícios, Palocci rompeu com sua própria história, diz Gleisi


Foto: Reprodução
 
Jornal GGN - A polêmica carta escrita pelo ex-ministro preso na Operação Lava Jato, Antonio Palocci, que se alastrou pelas redes sociais em poucas horas, tentando fazer um acerto de contas com o PT após pedir a desfiliação do partido e atacando o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, recebeu resposta direta e objetiva da sigla: "política e moralmente, Palocci já está fora do PT".
 
A declaração é da presidente do partido, a senadora Gleisi Hoffmann, que alertou que a carta escrita pelo ex-ministro, apesar de aparentemente dirigida ao PT, era destinada aos procuradores da República membros da força-tarefa da Lava Jato, com a única pretensão de fechar um acordo de delação.
 
"A carta divulgada hoje (26) por Antônio Palocci e seus advogados não se destina verdadeiramente ao PT, mas aos procuradores da Lava Jato. É a mensagem de um condenado que desistiu de se defender e quer fechar negócio com o MPF, oferecendo mentiras em troca de benefícios penais e financeiros", assim descreveu Glesisi. 

Arquivo

Média: 4.1 (13 votos)

"Até quando vamos acreditar na autoproclamação do homem mais honesto do país?"

Foto: Eraldo Peres/AP
 
 
Jornal GGN - O ex-ministro Antonio Palocci escreveu uma carta ao comando nacional do PT oferecendo sua desfiliação e atacando a inocência de Lula, numa tentativa de reforçar a delação informal que fez diante de Sergio Moro, para ganhar benefícios na Lava Jato.
 
Na carta, Palocci diz: "Até quando vamos fingir acreditar na autoproclamação do "homem mais honesto do país enquanto os presentes, os sítios, os apartamentos e até o prédio do Instituto são atribuídos à Dona Marisa?"
 
E continua: "Somos um partido sob a liderança de pessoas de carne e osso ou somos uma seita guiada por uma pretensa divindade? Chegou a hora da verdade para nós."
Média: 2.7 (31 votos)