Revista GGN

Assine

governo macri

Governo argentino distribui livros didáticos que 'ensinam' a não fazer greve

Manuais de redação colocam direito à greve como "inadmissível" (Reprodução/Facebook)

do OperaMundi

Governo argentino distribui livros didáticos que 'ensinam' a não fazer greve

Manual de redação aprovado pelo Ministério da Educação da Argentina apresenta conteúdo que se coloca contra greve e manifestações sociais; professores repudiam episódio

O Ministério da Educação argentino enviou às escolas públicas do país manuais de redação com conteúdos que se posicionam contra os direitos à greve e às manifestações sociais. Os livros trazem um texto adaptado do jornal Clarín, que critica uma greve de trabalhadores, como exemplo do uso de formas linguísticas. 

O editorial de 2004, “Um protesto que prejudica o Congresso”, classificava como “inadmissível” a paralisação do Congresso Nacional perante uma greve dos trabalhadores. O texto ainda destacava que manifestações eram uma forma de “entorpecer a democracia” e considera os atos dos manifestantes como fora da lei.

Leia mais »
Média: 2 (5 votos)