Revista GGN

Assine

Tarso desmente tese contra Lula e Moro apela para Mensalão

 
Jornal GGN - Em depoimento do ex-ministro Tarso Genro, em defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o magistrado do Paraná Sérgio Moro fugiu dos autos e o questionou sobre a refundação do PT, defendida pelo ex-ministro após o Mensalão.
 
Tarso Genro defendeu o recomeço para o partido logo após o julgamento da Ação Penal 470, conhecida como Mensalão. Respondendo como testemunha do caso específico sobre as acusações que agora recaem sobre Lula, Moro, contudo, desviou do tema para o questionar sobre punições a filiados do PT, como José Dirceu e Delúbio Soares.
 
Segundo Kennedy Alencar, em sua coluna desta sexta-feira (17), "é um despropósito perguntar, num processo com acusações específicas contra Lula, se o PT puniu ou não José Dirceu e Delúbio Soares após o mensalão".
 
Para o jornalista, o juiz de primeira instância da Lava Jato entrou "num seara totalmente subjetiva" com as perguntas, que no passado foi objeto "de um amplo e público debate político de um partido sobre como reagir a um escândalo que rachou o pilar ético que a legenda defendia".
 
No depoimento prestado nesta quinta-feira (16), na 13ª Vara Criminal Federal de Curitiba, durante a ação do triplex do Guarujá, o ex-ministro afirmou que Lula jamais participaria de esquema de arrecadação de propina, negou qualquer ato ilegal praticado pelo ex-presidente, seja com objetivos partidários de financiamento ou pessoal.
 
Narrou que o governo Lula conquistou a maioria parlamentar com uma base programática e não por esquemas de propinas. Disse que o ex-presidente institucionalizou relações, experiência que destaca como "única", semelhante à praticada pelo governo de Tancredo Neves.
 
Disse que, apesar de a ocupação de cargos durante gestões e governos ocorrer na relação entre o Executivo e as siglas, as indicação não são da alçada da Presidência da República, mas da equipe ministerial e dos representantes de cada partido.
 
Diante da defesa de Tarso a favor de Lula, o juiz do Paraná recorreu ao caso já julgado do Mensalão para tentar defender possíveis ações e omissões do PT como de responsabilidade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
 
Kennedy, em sua coluna, lembra ainda: "Moro indaga se a ideia de refundação do PT significaria o reconhecimento de práticas ilícitas por filiados ao partido. Ora, obviamente que sim. Houve um escândalo de corrupção julgado ao vivo pelo STF. Mas Lula não foi réu no mensalão".
 
Média: 4.4 (14 votos)
32 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".
imagem de fernando oliveira
fernando oliveira

Somente uma pergunta: Esses

Somente uma pergunta: Esses que tentam incriminar LULA, resistiriam 24hs ao ter sua vida pública/privada chafurdada???

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Marco A.
Marco A.

Sabujice

É esse o caráter do inquirido.

Se tivesse hombridade, diria na cara do juiz que ele nada tem a ver com as questões internas do partido.

Mas é um sabujo. Já de há muito.

A escória da esquerda.

Seu voto: Nenhum (6 votos)

O amigo de traficante

já devolveu os objetos furtados da casa do Lula ???

Bandido bom é bandido morto

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Romanelli
Romanelli

Ao ser perguntado sobre a

Ao ser perguntado sobre a punição a José Dirceu sobre o MENSALÃO Tarso foi enfático:

"..PRA mim ele foi condenado SEM PROVAS ..SEM PROVAS no mensalão ..quanto a este outro processo da consultoria eu NÂO sei, não conheço.."

..o juíz ouviu e então continuo  ..continuou tentando provar que o PT não merece clemência  ..passou a falar de Delubio ..se o partido tinha tomado providências em relação àquele cidadão que já cumpriu pena

..incrível como este juízo (QUE ARREBENTOU o país junto com o PIG, golpistas de Ulisses e os TUCANOS) como ele esta politizado, desvirtuado, manietado,  e ninguém fala nada

Agora, essa estorinha de re+afundação do PT que o pai da Luciana vive pregando  ..sinceramente  ..nem ele sabe dizer o que é  ..aí que os adversários, tipo MORO, deitam e rolam,

..do que entendi é pegar menina virgem  ..tirar a roupa e enfiar numa sala do presídio de Pedrinhas junto com 25 marmanjos, na secura duns dois anos, esperando  ..é isso ?!

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de maria rodrigues
maria rodrigues

Moro age com Lula como um

Moro age com Lula como um homem traído pela mulher que não se cansa de pensar e martelar na cabeça o que mais poderá fazer agora, amanhã, para destruir aquela pessoa que ele simplesmente a considera melhor do que ele. Não aceita a realidade; não aceita ser cobrado insistentemente pela imprensa e por todos que querer, sem provas, a prisão do ex-Presidente. Perde todas, mesmo assim, encontra meios para atingir Lula, como se a morte de Marisa tivese que ter sido dele. 

Moro quer que Lula morra. Esta é a mais pura realidade. Senão, que ele perca toda a sua estrutura psíquica para enfrentá-lo.

 

Seu voto: Nenhum (5 votos)
imagem de sergio palhano
sergio palhano

Puro desespero

Moro demostra puro desespero apos rejeitar provas na confissão de Cunha sobre o esquema criminoso envolvendo Temer e já sabe que será muito mais dificil continuar subvertendo a ordem do processo com a presunção antecipada de culpa de Lula baseadas em relatos vagos, fantasias mirabolantes e cobertura midiatica sem que se apresente provas no caso concreto. 

As perguntas que Cunha dirige a Temar são uma confissão explicita que o tal esquema criminoso existia e que era coordendado pela cúpula do PMDB, portanto algo inaceitavel para tese de que Lula seria o chefe maximo de toda corrupção do pais perceguida pela força tarefa da Lava-Jato. Serão todos desmoralizados suas carreiras jogadas na lama se for mesmo comprovado que o PMDB  usava seu controle no senado e na camara para vender emendas parlamentars, indicar dirigentes para receber propina nas estatais e aprovar investimentos via FGTS para empresas mediante suborno.

Toda a operação esta comprometida pois se Moro aceitar a denuncia de Cunha ficará desmoralizado e transformará os procuradores em patetas diante da tonelada de provas que eles insistem em desprezar e se rejeitar Cunha publica em livro  e aí ficará pior ainda. 

Seu voto: Nenhum
imagem de Rui Ribeiro
Rui Ribeiro

Luciana Genro, a Jatomorete, é filha do Tarso Genro

A Luciana Genro endeusou o Camundongo de Curitiba. Tal filha, tal pai.

Seu voto: Nenhum (6 votos)

Jogada...

O que ele pediu foi uma forma de finalizar a condenação que escreverá de LULA e/ou o PT!

É só para dar "ângulos", pontos de vista ao que ele escreverá...

Tarso, não devia ter falado...

Não se pode confiar neste juiz...

Até hoje ele auto justifica a divulgação das conversas de Dilma, LULA e D. Marisa...

Ele tem um mundo pessoal...

A literatura dele vai continuar permitindo tudo...

Principalmente contra o PT!

Seu voto: Nenhum (4 votos)

"O que fazemos na vida, ecoa na ETERNIDADE!" (Máximus - Gladiador)

"Os dois mais importantes dias em sua vida são o dia em que você nasceu e o dia em que você descobrir o porquê... - M

Autojustifica nada.

Confessa crime premeditado, acordado entre TRF, MPF e PF, frente a platéias no estrangeiro e sendo gravado. 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Não tão óbvio assim

"Moro indaga se a ideia de refundação do PT significaria o reconhecimento de práticas ilícitas por filiados ao partido. Ora, obviamente que sim."

Na verdade, caro Kennedy, a ideia de refundação do partido está muito mais relacionada à necessidade de reconstrução da imagem do partido, face à intensa campanha para denegrir essa imagem, do que ao reconhecimento de práticas ilícitas. Se houve práticas ilícitas - independente de julgamentos por um Judiciário para lá de questionável tanto pela academia quanto por jurisconsultos renomados - essas, como está posto no seu texto, foram cometida por filiados ao partido e não pelo partido.

 

(Cópia de comentário que deixei no blog do Kennedy.)

Seu voto: Nenhum (5 votos)

Cala a boca Tarso!

O Zanin está a meses apontando que o Moro vai além do objeto do processo com clara intenção de perseguição política, e aparece o Tarso, fazendo o que nem o Delcídio fez, respondendo de vontade própria sobre coisa alheia a si que não garantirá vantagem alguma ao partido.

O Zanin já havia enquadrado o Moro, com todo o estresse que causa esse tipo de confronto.

Bastava ter ficado calado!

Você está numa negociação com o patrão, no meio de uma greve, sendo inquirido pela polícia, enfrentando um juízo de exceção... seu negociador diz, "este assunto extrapola o objeto em pauta." encerrando ali o diálogo. Daí, do nada, um dos seus vem a frente voluntariamente e diz:

"Eu não me importo nada em responder, e respondo com prazer essas perguntas."

"Não me misturo com Dirceu"

PELEGO!!!!!!

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Fala mais Tarso!

Já acredito que você deveria escutar mais! Talvez, antes de se pronunciar sobre o assunto ouvir a resposta que ele efetivamente deu a Moro. 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

É depoimento para juízo de exceção.

Não entrevista para a Folha. A defesa de Lula tem a estratégia de antagonizar Moro quando ele extrapola de seu poder jurisdicional (já que CNJ não serve pra nada e esperar segunda instância...), o toupeira o desautorizou, somente para fazer propaganda ao plumado juíz de sua responsabilidade pela ala da "autocrítica" (autoflagelo, não adianta negar). Se ele escreve uma coisa para a Carta Maior e outra para a Folha e numa dessas te engana, meus pêsames. Como o colega ali embaixo já disse, "quem fala demais...". Nisso até o bocarrota do FHC soube se conter. 

Seu voto: Nenhum (5 votos)

"É depoimento para juízo de exceção"... mas fica nos autos

Primeiro, quero agradecer pelos "pêsames", mesmo não sendo necessário.

A conclusão que mais leio no Blog sobre o Lula é de que será condenado, está claro isso?!

Assim, acredito que o Tarso fez algo positivo para o Lula no futuro (ONU) respondeu as perguntas fora do processo (inclusive Tarso disse no inicio da resposta que não tinham relação com o processo). Ficando nítido que o Moro passou por cima da defesa e o inquiriu. Isso será mais um ponto que poderá ser levado à ONU referindo-se a imparcialidade da justiça. Além do que a resposta em nenhum momento prejudicou o Lula (muito pelo contrário). 

Quanto a escrever para revista A ou jornal B: É deprimente ler reclamação sobre essa atitude, pois a política é para ser escrita e falada. Quando se "fala de menos", está aí, um prato cheio para a má política, a política do submundo, a política da fofoca, a política da rasteira.

Obs: Uma coisa que observo lendo as respostas do Blog é uma briga infantil entre "alas" do PT-RS vs "alas" PT-Sudeste (São Paulo principalmente). Porque não alinham em defesa do PT e seus pares?  - Eu não entendo, talvez a sociologia (ou psicanálise?) explique!

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Álvaro Guilherme
Álvaro Guilherme

A mesma ONU que até hoje

A mesma ONU que até hoje tenta encontrar uma solução para a Palestina enquanto eles comem "o pão que o diabo amassou de cada dia".

Seu voto: Nenhum

Quem decide.

Quem decide se a pergunta deve ser respondida é o advogado de defesa. Zanin foi claro.

Não se oferece informação ao inimigo.

 

Apostar na utilização desse voluntarismo de um depoente na defesa na ONU é uma especulação muito além da minha imaginação. 

 

 

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Desespero, me parece

O Moro, me parece, está entrando em desespero, não consegue cumprir a tarefa para qual foi destinado: acabar com o Lula. Se continuar assim, na minha opinião, o Lula deve evitar aviões pequenos, por ex. É só minha opinião.

Seu voto: Nenhum (8 votos)

concordo

acho até que, mais do que terem destinado a Moro uma tarefa, corromperam-no com oferta de passeios, cachês e populatidade em troca de desvios de suas funções como funcionário público.

É apenas um CORRUPTO! Simples assim.

Seu voto: Nenhum (6 votos)

WRamos

imagem de chris
chris

Não, necessariamente. Parece

Não, necessariamente. Parece haver um viés de vaidade (ele seria O Cara que destruiu o presidente) muito forte, além do lado ideológico. O impagável orgulho de ser um justiceiro. Se viesse a concluir o seu "grande feito", o que seria dele mais adiante, quando amainassem os louros da glória, quando a ficha sobre a continuidade da corrupção caísse para todos os seus adoradores? Não esqueçamos dos exemplos de Eike e Cabral: a queda realmente é maior quando estamos muito alto.

Acho que se Moro não parar Lula, eles usarão dos outros artifícios mais comuns: algum " maluco radical" plantado para fazer um atentado durante uma aparição pública ou algum piloto envenado para fazer um avião cair... Lula que se cuide.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Naylson Brasil
Naylson Brasil

“Não existiria Bolsonaro como opção viável sem a Globo”, diz o s

“Não existiria Bolsonaro como opção viável sem a Globo”, diz o sociólogo Jessé Souza

“O público não é imbecil, ele é tornado imbecil pela mídia comprada, direta ou indiretamente, para fazer este papel”. A sentença é do sociólogo Jessé Souza, ex-presidente do Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (Ipea).
Autor de “A tolice da inteligência brasileira” e “A radiografia do golpe”, Jessé explica na entrevista a seguir, concedida ao jornalista Paulo Henrique Arantes, como e por quê pregadores do ódio ganham espaço no mundo, o papel da Globo no fenômeno Bolsonaro e a maneira como o capital financeiro se apossa do estado.
Por que a extrema-direita ganha espaço no mundo?
Eu acho que o avanço da direita tem a ver com uma relação de forças que é internacional. O capitalismo financeiro cria uma nova relação com a política que é desvalorizada para ser capturada. A política sempre foi influenciada pelo dinheiro, obviamente, mas você tinha contrapesos antes, os quais você não tem mais. O capital financeiro age globalmente, planetariamente, e a reação a ele é nacional, local, fragmentada, frágil.
O golpe no Brasil teve uma articulação internacional, foi o interesse do capital financeiro em se apropriar de tudo que possa rapinar: pré-sal, Petrobrás, destruir o capital tecnológico de empreiteiras, orçamento público, etc. Tudo com ajuda nacional da mídia e dos seus sócios internos. Dentre eles o aparelho jurídico do Estado que funcionou e funciona, com ou em consciência disso, como “advogados do capital financeiro” internacional.  O capital financeiro quer uma captura direta da política e do Estado.
O primeiro motivo é que a própria realização de lucro do capital financeiro exige e vai exigir cada vez mais desigualdade. Isso reflete numa nova forma de expropriação do trabalho coletivo que é via orçamento – aliás pago pelos pobres e apropriado pelos rentistas -, e é precisamente o que acontece no Brasil, o golpe foi feito para isso. Agora, inclusive, a ação do capital financeiro ficou mais nítida no Brasil do que em qualquer outro lugar.
Como o capital financeiro se apodera da política?
Quando ele desvaloriza a política, as instituições políticas, usando a mídia e a balela da “corrupção seletiva”, só dos políticos, escondendo a corrupção legal e ilegal do mercado que compra direta ou indiretamente a mídia e a própria política. Nesta quadra histórica, o dinheiro está se apropriando da política completamente.
A própria linguagem do dinheiro criminalizou a política. O Dória no Brasil é o melhor exemplo disso, e o Trump nos EUA, quando diz: “você deve me eleger porque eu não sou político”. Você só pode dizer isso porque a “corrupção real”, que é a do mercado, por meios legais e ilegais, é tornada invisível pela mídia.
A base de tudo tem a ver com isso: você tem que imbecilizar o público. O público não é imbecil, ele é tornado imbecil pela mídia comprada direta ou indiretamente para fazer este papel.
O populismo de direita que vemos hoje crescer no mundo todo carrega o risco de um novo fascismo?
O fascismo assumiu a forma que assumiu nos anos 30 pelas circunstâncias históricas. Eu acho que o que está acontecendo agora é sim uma forma de fascismo. Ele não precisa assumir a forma que assumiu na década de 30. Hoje ele exerce mais uma violência simbólica, “imbecilizando” o público, por exemplo, ao invés de usar  majoritariamente a violência física, como o antigo fascismo, embora a violência física seja utilizada hoje em dia também.
Esses novos líderes, todos eles, têm a ver com a reação dos perdedores do capital financeiro que são a imensa maioria. O Bernie Sanders foi uma reação racional, que conseguiu forte penetração na juventude intelectualizada. O Trump é a resposta menos inteligente, emotiva, que pede um “bode expiatório”, lá os mexicanos e aqui os pobres beneficiados pelo PT, o ódio, é a linguagem fascista sobre o medo. É a versão que está ganhando aqui.
Por que o discurso populista de direita, que prega o ódio, alcance tanta receptividade?
A base do fascismo no Brasil é a classe média. A mídia manipula o falso moralismo dessa classe para que sirva de “tropa de choque” dos interesses inconfessos das elites. O grande elemento aí, que é sempre esquecido, é a mídia. A mídia é o partido da elite que rapina o país.
A mídia representa, antes de tudo, interesses, mas “tira onda” de neutra. Como esses interesses elitistas são difusos, a mídia concentra e sistematiza esses interesses e dá boca para eles. O capitalismo, o dinheiro, não tem boca – a mídia é a boca do dinheiro, então ela vai manipular o povo a partir disso.
Não há um papel positivo na atuação da mídia?
Não sei se concordo contigo. De que papel e de que mídia você se refere? Não existiria Bolsonaro como opção viável sem a Rede Globo. Você tem que lembrar, apenas para ficar num único exemplo que pode ser multiplicado milhares de vezes, como eu me lembro, do jornalista Merval Pereira, no jornal da “Globo News”, falando que vazamento ilegal não é nenhum problema real, que isso é “normal” e acontece sempre – imagine-se coisas assim ditas 500 vezes ao dia.
Como não existe contraposição de opiniões, você vai criando um terreno favorável a preconceitos contra os direitos individuais e, portanto, contra a própria democracia. Quando você cria o terreno, fica fácil para um cara como o Bolsonaro entrar, pois ele vai ocupar um espaço que foi “construído” para ele.
É a mesma coisa do Trump. Você criou esse discurso virulento com a criminalização da esquerda. Você criminaliza e torna suspeito todo discurso que tenta proteger os mais frágeis. E quando você criminaliza esse discurso, você abre espaço para a violência explícita. E quem fez isso foi a imprensa, não o Bolsonaro.
Dias atrás, outro exemplo entre milhares, eu vi, também na “Globo News” – que a classe média feita de tola assiste massivamente – a turma de “analistas”  dizendo no Jornal das Dez que foi Cabral quem quebrou o Rio. É uma deslavada mentira. Quem quebrou o Rio foi a mídia, comandada pela Globo, associada à Lava Jato, que destruiu os empregos da Petrobrás e de toda sua cadeia produtiva que é vital ao Rio.
Foram bilhões de reais e milhões de empregos perdidos. Depois você diz que foi a propina do Cabral. É claro que Cabral perdeu a noção das coisas. Mas o que ele roubou é uma gota nesse oceano. É assim que você produz uma fábrica de mentira cotidiana. O público não tem defesa contra isso.
Alguns políticos evangélicos não se enquadrariam entre os populistas de direita?
É claro que sim, mas eu acho que temos de separar muito bem essas coisas. O fato de esses indivíduos serem demagogos de direita não significa que toda a clientela evangélica o seja. Ela está sendo obviamente cooptada, de novo pelo trabalho da imprensa.
Como esses evangélicos são de classes populares, isso vira mais um preconceito da classe média contra as classes populares, contra a “burrice” das classes populares etc. Isso é uma coisa ruim, e falsa: em termos de inteligência, a mais burra, melhor, a mais feita de tola de todas as classes foi a classe média, que a partir de agora vai ter obrigatoriamente de pagar muito mais que pagava antes por tudo. Já está acontecendo.
Para você apoiar a destruição do Estado via captura do orçamento para o rentismo e a privatização, agora muito mais cara, dos serviços que o Estado presta, você tem que ser uma entre duas coisas: rico ou otário. É essa a questão que as pessoas que têm que responder sem medo e com sinceridade.
Mais uma vez: as pessoas não nascem tolas, elas são feito de tolas. E para mim a fábrica da tolice no Brasil é uma mídia que se apresenta como neutra e “serviço público” para, sorrateiramente, destilar seu veneno todo dia. Ela ganha dinheiro e poder com isso e representa os interesses de uma elite predatória.

https://plus.google.com/112460951265270206121/posts/6NQt6X2YuUL
http://www.diariodocentrodomundo.com.br/nao-existiria-bolsonaro-como-opcao-viavel-sem-a-globo-diz-o-sociologo-jesse-souza/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=nao-existiria-bolsonaro-como-opcao-viavel-sem-a-globo-diz-o-sociologo-jesse-souza

Seu voto: Nenhum

Isso só prova uma coisa,  o

Isso só prova uma coisa,  o Moro está fudido e desesperado.

Não tem prova, não tem como prender o Lula.

Ele criou uma legião de fanáticos, acreditando que ele iria acabar com a raça do Lula.

E agora, que resposta dá para essa legião.

Tem coxinha que ainda hoje, mesmo depois de várias testemunhas, 27, inocentarem o presidente, ainda acreditam que o Lula é o maior ladrão do país.

Como atender os anseios e a expectativas desses idiotas.

Esses burros não se contentam com menos, tem que prender, esculachar, algemar, tripudiar o presidente. De preferência o Lula desfilando algemado pela Av Paulista, e uma carreata de coxinha o seguindo.

À frente do cortejo, Moro e os artitas globais, em seguida a turma do MBL e afins.

Discursos inflamados sob o comando de Luciano Huck, de: Alexandre Frota, Roger, Lobão, Fagner, Villa, tio rei... Todos falando sobre o combate à corrupção. A lista de inscrito era muito grande, Huck pede desculpar por não poder atender a todos.

E agora Moro, o que você vai fazer com essa turma se você não prender o Lula. Já imaginou essa turma frustrada e com raiva de você.

Na boa, não queria está na sua pele, Moro, você está fudido. Até agora você não tem prova contra o Lula. Se mandar prende-lo sem provas, existe uma legião muito maior para defende-lo. Incluindo legiões internacionais.

Na boa ! De um jeito ou de outro você está fudido.

Isso sem contar o que os golpista vão fazer com você e os boys da força tarefa. Estancar essa porra !!!!

 

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Estou de saco cheio por tudo que vem acontecendo no país, e nós democratas, não fazemos nada.

Eu inclusive. Parece que estamos todos anestesiados, que fomos dopados. Mas essa lombra vai passar e vamos acordar.

Eu creio !!!

gAS

imagem de Somebody
Somebody

Não é por menos que Moro está

Não é por menos que Moro está planejando a própria fuga do país (e da forma incompetente como parece ser o padrão da "elite" brasileira). Mas eu estou começando a achar que ele não irá conseguir chegar vivo no avião.

Seu voto: Nenhum (5 votos)
imagem de fernandes
fernandes

clap clap clap

Isso é que é juiz de piso!

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de Orlando Soares Varêda
Orlando Soares Varêda

Juizeco de piso de

Juizeco de piso de latrina!

Foi isso que quiz dizer, pois não Fernandes?

 

Orlando

Seu voto: Nenhum (3 votos)

O que comentar???

Estamos divididos entre os que  sabendo  que Moro é totalmente parcial e político, desaprovam e protestam e os que sabendo que Moro é totalmente parcial e político, aprovam e querem que ele vá ainda mais longe. Não há espaço para  desconhecer a parcialidade de Moro. Não há espaço para, lendo os autos , ouvindo os inquéritos, os discurso, e testemunhando as festas onde vai,  imaginar um Moro equilibrado e imparcial.

Os " prejuicios" já externados por Moro são inúmeros. Quando um juiz faz as mesuras que fez a FHC, e é obrigado ver FHC lhe explicar o que é um acervo presidencial e  mesmo assim continua com as acusações, contra o acervo de Lula, é de fato um juiz que acredita que o crime de Lula foi ser presidente.

O tratamento dado a Lula usa a teoria do  Dominio de Fato, na verdade usa a teoria de que o crime de Lula foi ser presidente. E isto, apenas externa  o ódio de Moro a  um presidente operário. Ele não quer deixar nada na história que lembre  Lula na presidência. Assim ataca o Instituto Lula, e o acervo presidencial. Ataca a reputação de Lula e de Marisa Letícia, tentando varrer  o presidente operário e família. ( O ataque aos filhos foi medieval).  Com ajuda de seu amigo Dallagnol, cria e acredita nas figuras de PowerPoint. E agora apesar de todas as testemunhas de acusação e de defesa inocentarem Lula do óbvio ( não existe triplex de Guarujá) e doações ao Instituto Lula, não são doações a Lula ) Moro infantilmente tenta fazer uma pegadinha para Tarso Genro. E o jornalista  Kennedy Alencar reacende a teoria do Domínio de Fato, quando ele mesmo sabe que não se trata disto. O problema de Moro não é a corrupção é Lula e o PT, e foi por isto que foi mistificado pela  imprensa e se tornou um instrumento crucial neste golpe que destroi a economia do país. E resumindo a operação temos os ladrões confessos soltos, e o restante devidamente blindados. Mas Moro está sitiado, pelos amigos  Moro também quer o poder, e nisto ele se tornou inconveniente para alguns velhos amigos.  E ele sabe que a sua sobrevivência está ameaçada, enquanto Lula escapa entre seus dedos.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de adroaldo lima linhares
adroaldo lima linhares

 

 

Imagem relacionada

Seu voto: Nenhum (5 votos)

Vovó dizia...

Vovo sempre dizia que quem fala demais da bom dia a cavalo , esse idiota apareceu dando voz de razao aos perseg5uidores do proprio partido  dando legitimidade a prisao de Genoino e Dirceu, deveria ir preso tambem ! 

Seu voto: Nenhum (5 votos)
imagem de Serjão
Serjão

ABPT

Genro e Falcão, entre outros ¨notáveis¨, fazem parte da história de glórias do Partido dos Trabalhadores e merecem o nosso respeito.

Estariam muito bem atualmente em alguma espécie de Conselho de Anciãos do Partido, ou então, retomassem à honrosa condição de ¨simples¨ militantes.

Ou, quem sabe ainda, fundassem e integrassem a Academia Brasileira do Partido dos Trabalhadores, com Fardão e demais aparatos, para os chás de todas as tardes.

Obs: Ou é o PT e Lula, ou não é nada. Se ainda resta uma esperança para o Brasil, é essa! 

Imagem relacionada

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de Álvaro Guilherme
Álvaro Guilherme

Poderia ter respondido

Poderia ter respondido assim:

"Minha cognição sumária, com todo respeito, me diz que vossa excelência está fazendo uma pergunta que nada tem a ver com o processo".

Seu voto: Nenhum (6 votos)

Tb acho. Não confio nesse

Tb acho. Não confio nesse cara.

Seu voto: Nenhum (5 votos)

E o mensalão mineiro?

Quando vão passar na TV Justiça?

Seu voto: Nenhum (6 votos)
imagem de Edy
Edy

A atitude de Moro tem ao

A atitude de Moro tem ao menos um significado (sem prejuízo dos demais): Falta de provas.

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de Rui Ribeiro
Rui Ribeiro

Não podendo entregar a encomenda, o Roedor Curitibano requenta

Não podendo entregar a encomenda respeitando o estado de direito, o Camundongo de Curitiba tenta requentar, em vão, o café.

Seu voto: Nenhum (7 votos)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.