Revista GGN

Assine

O derretimento da candidatura Doria, por Paulo Endo

do Psicanalistas pela Democracia

O derretimento da candidatura Doria

Violência, sangue, cinismo e truculência só angariam os votos dos que pleiteiam serem opressores ou dos que anseiam por serem seus vassalos: o derretimento da candidatura Doria

por Paulo Endo

Atacar pessoas pobres, miseráveis e indefesas em praça pública com violência armada despropositada; impedi-los  de ir e vir  pela cidade internando-os compulsoriamente; tentar confundir a opinião pública justificando a extrema violência como uma caçada às drogas dá ibope? Demitir publicamente uma mulher, visivelmente constrangida, diante das câmeras de TV como feito de sua gestão na prefeitura de São Paulo dá ibope? Fantasiar-se de pobre e trabalhador e propalar aos quatro ventos que é o cara que acorda cedo e dorme tarde, como se fosse o único no país, ao mesmo tempo em que chama manifestantes e trabalhadores de vagabundos dá ibope? Abraçar um grupo como o MBL, grupo que apoiou Eduardo Cunha e se aproxima ideologicamente de Bolsonaro; que age com violência diante de manifestações artísticas; coíbe a liberdade de pessoas, estudantes e trabalhadores com truculência em escolas e museus e não tem um projeto decente para o país dá ibope?

Parece que não.

Oito meses após uma gestão que ninguém vê, numa cidade muito piorada desde o início de seu mandato o prefeito hoje é criticado pelas mídias mais conservadoras do país, supostamente suas apoiadoras, e assunto de chacotas e piadas em programas de humor no mesmo momento em que Doria, o Junior, amarga queda drástica nas intenções de voto para presidente.

A queda é abissal e indica que vender ficções de curtíssimo prazo não coincide com as fantasias da população brasileira, aquela genérica e abstrata das pesquisas de opinião.

Se, entretanto, nos deslocarmos para as pessoas concretas atingidas pela gestão violenta da João Doria é preciso lembrar que num dos dias mais frios na capital paulista funcionários da prefeitura acordaram homens e mulheres em situação de rua -pasme-se- com jatos de água. O frio chegava à 7,9o.  Dias antes um morador de rua havia ido a óbito na região de pinheiros devido às baixas temperaturas.

Diz Daniela Batista de Oliveira, uma das pessoas atingidas: ‘É uma humilhação isso aí, e no maior frio. A gente estava dormindo e chegaram jogando água. Eles molham todo mundo, não estão nem aí. Depois quem morre é a gente, e não eles, que têm as casas e os empregos deles".

Crueldade, gozo sádico, uso e agenciamento espetacular de fantasias de destruição da classe que o prefeito representa pipocam nas ações autorizadas por ele e colocam cidadãos paulistanos em risco.

Em setembro a Guarda Civil Metropolitana entra atirando balas de borracha e bombas de gás nos equipamentos da própria prefeitura ferindo vários usuários e atingindo, inclusive, funcionários da própria prefeitura.

A marca da gestão Doria não é a cidade linda, mas a cidade na berlinda, ‘limpa’ dos pobres, violentada pela gestão que deveria zelar por todos, hipócrita ao posar de bom moço e praticar desinibidamente ofensas e acusações a adversários políticos como sua principal plataforma. Gestão que foi incapaz, sequer, de suprir seus próprios eleitores com serviços básicos, como semáforos, que desde o início do ano permanecem sem funcionamento adequado numa das cidades com o pior tráfico de veículo do mundo, incluindo aí as áreas abastadas da cidade. A cidade caminha para o caos.

Sob seu comando se escancaram práticas de extrema violência travestidas de bom mocismo, propaganda e argumentação pífia. Essa é a marca de seu governo: ausência de projetos, degradação da cidade a olhos vistos e violência explícita autorizada contra os pobres. Bate de manhã para levar cobertor à noite e é recebido com gritos de “assassino” pela população agredida.

Sua avaliação entre a população mais pobre sofreu queda, imediatamente após as ações ultra violentas na cracolândia, vergonhosa e inesquecível intervenção ao modo PSDB de governar que remonta as práticas mais discricionárias de fascismos conhecidos  e assumidos. Essa ação já pode ser colocada ao lado do Massacre de Eldorado de Carajás e do Massacre do Carandiru pela violência imposta e a impunidade que a acompanha. Assistir policiais machucando pessoas sem reação, algumas deitadas, e derrubar prédios em cima de moradores, apesar de espetacular, também não parece ter muitos adeptos.

Mas não para por aí.  Em junho desse ano a prefeitura corta o auxílio ao atendimento às mulheres vítimas de violência doméstica apesar do aumento do números de casos de mulheres agredidas  na cidade.

Ex-trabalhadores da Secretaria de Direitos Humanos da Prefeitura tem denunciado o sucateamento do programa e da Secretaria de Direitos Humanos da Prefeitura de São Paulo, cujas instalações foram precarizadas e o atendimento idem. No mesmo vórtice, antes, a ex-secretária de Direitos Humanos e Cidadania da Prefeitura de São Paulo Patricia Bezerra pede demissão em maio desse ano, após a ação ‘escandalosa’ da prefeitura na região da Cracolândia.

Tiros, bombas e sangue não angariam votos. Hipocrisia, bom mocismo cínico e incompetência também não. Apoiar-se em impropérios lançados contra lideranças reconhecidas com o objetivo de manter o pescoço fora da água tampouco.

Em recente aparição o prefeito aparece em vídeo apoiando a ação violenta de grupelhos que defendiam a moral e bons costumes em frente ao Museu de Arte Moderna de São Paulo. Entre os manifestantes Alexandre Frota, ex-ator de filmes pornográficos que qualquer criança acessa pelo google sem dificuldades.

Doria começa a derreter como margarina fora da geladeira. Se quer sobreviver, melhor permanecer na geladeira, quem sabe assim vive um pouco na pele o que é ser acordado com jatos d’àgua numa temperatura de 7,9ºC.

 
Média: 5 (5 votos)
9 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".
imagem de Aristoteles Coelho
Aristoteles Coelho

Dória é fruto do

Dória é fruto do analfabetismo politico, esse analfabetismo não foi erradicado, mais Dórias estão agora mesmo em gestação, infelizmente o Brasil de um modo geral e São Paulo em particular ainda vão produzir muitos Dórias.

Seu voto: Nenhum
imagem de Serjão
Serjão

Direita Elegante

O canal do youtube se chama Direita Elegante....(?!?).....e o filminho tem por nome Até Prefeito Esquerdista João Dória Fica Puto com MAM

Dória, o Agripino, esse mesmo, é esquerdista diz o canal Direita Elegante.

Entendeu? Não?

Um dos representantes dessa Direita Elegante (?!?) é o gay (nada contra ou a favor, que cada um faça dos seus orifícios e protuberâncias o que tiver vontade, não serão pessoas melhores ou piores por isso) Luiz Felipe Pondé, o ator pornô (?!?) Frota, provavelmente muitos globais como o Ary Fontoura, a Regina Duarte e a Susana Vieira, entre milhares da nossa elite populacho. Tirante o tal frota, um zé mané, os demais são deveras elegantes com os seus seviçais.

Psicanalistas pela Democracia anda de mãos dadas com os psois, os socialistas e liberdade.

Aos 75 anos, Susana Vieira exibe corpão em Ibiza

Uns tipos

Imagem relacionada

 

 

Seu voto: Nenhum
imagem de Serjão
Serjão

serviçais

serviçais

Seu voto: Nenhum
imagem de Dóiris
Dóiris

Vai mandar a educação municipal pro espaço!

E vcs ainda reclamam...

O próximo passo é reprocessar urina e fezes dos astronautas para os alunos

Agora pros filhos dele na mansão dos Jardãs ou na que se apropriou de terreno público em Jordão Fields ele manterá o sacrifício exemplar de alimentá-los com caviar, aquelas bolinhas expelidas do ânus do esturjão.

Pesso(inh)a admirável esse Dória.

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

No norte e nordeste ele é bonzinho

A candidatura Dória é a única definida até o momento. É o único que tem financiamento garantido. Ele não tá nem aó pros eleitores. Só para os patrocinadores.

Foi assim que ele se elegeu e pretende se eleger de novo. Com dinheiro ele compra aprovação. Não é pra isso que serve o marketing político? Não é em torno do marketing que gira toda a legislação eleitoral brasileira?

Ganha quem fizer a melhor propaganda. Não foi por isso que o PT se "endividou" e pagou caro a ponto de perder tudo? Pois ele é o marqueteiro que dispensou o candidato. Em Belém e Salvador ninguém perguntou o que ele estava fazendo lá. Levou uma ovada, mas até agora ninguém assumiu a autoria. Pode ser até o PSDB baiano...

Seu voto: Nenhum
imagem de baader
baader

vivemos mesmo tempos bicudos.

vivemos mesmo tempos bicudos. não fosse pela eleição autoengano do senhor retratado, seria pelo "psicanalistas pela democracia": exibem uma adjetivação talvez querendo apagar seu histórico descaso pela... democracia! menos hipócritas foram os defensores acadêmicos da eugenia

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Astronauta

Doria lançou ontem a ração humana para pobres feita com refugo da indústria alimentícia em data próxima ou posterior ao vencimento.

Ainda dizem que marketeiro ganha eleição.

Doria já perdeu a eleição de 2018 e, vadio como é, vai transformar a cidade num inferno até o final do mandato. Isso se cumprir.

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Você que inventou esse estado
E inventou de inventar toda a escuridão
Você que inventou o pecado
Esqueceu-se de inventar o perdão

  A incoerência (produzida e

 

A incoerência (produzida e manipulada pela grande mídia comercial e mercenária, repercutida pela rede social enganada) do eleitor paulistano:

 

- se dizendo combater a corrupção, votaram e elegeram (num primeiro turno) um fulano (Dória) que construtor de uma Fábrica de Corrupção (a Lide) cujo fim é aproximar empresários aos políticos e adminstradores públicos e abrir oportunidades !!!!...

 

Lembra-me AL CAPONE:

 

Mensagens aos pais

 

            Hoje em dia as pessoas já não respeitam nada. Antes, colocávamos num pedestal a virtude, a honra, a verdade e a lei... A corrupção campeia na vida americana de nossos dias. Onde não se obedece outra lei, a corrupção é a única lei. A corrupção está minando este país. A virtude, a honra e a lei se evaporaram de nossas vidas.

 

(Declarações de Al Capone ao jornalista Cornelius Vanderbilt Jr. Entrevista publicada na revista Liberty em 17 de outubro de 1931, dias antes de Al Capone ir para a prisão).

 

Galeano, Eduardo. De Pernas pro ar. A escola do mundo ao avesso. Porto Alegre, RS: L&PM Editores, 2015, p.1

 

A se ver uma pequena amostra de quem é "dória":

 

http://www.diariodocentrodomundo.com.br/como-doria-ficou-rico-com-o-lide-sua-maquina-de-aproximar-politicos-de-empresarios-por-joaquim-de-carvalho/

 

http://www.diariodocentrodomundo.com.br/doria-e-garoto-propaganda-de-empresas-envolvidas-em-corrupcao-uma-delas-na-lava-jato-por-joaquim-de-carvalho/

 

http://www.redebrasilatual.com.br/politica/2016/10/washington-cinel-o-empresario-polemico-por-tras-de-doria-9528.html/

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Paulo!Dória é um sujeito a

Paulo!

Dória é um sujeito a se superar diariamente na crueldade contra os menos favorecidos, é um sujeito sem valor.

Faltou pontuar a mais cruel das ações dele até agora, a de querer dar ração para os pobres se alimentarem.

Comida em formato de ração para gatos e cachorros que ia ser jogada fora sem se saber a procedência colocada num pote igual ao de amendoim que temos em casa e, ainda, garantindo ao fornecedor da comida que ia ser jogada fora e ao fabricante da ração isenção de impostos.

Lembrando dos remédios com prazo de validade quase vencidos e que as farmácias e laboratórios iriam descartar/incinerar e que o sujeito coloca em postos de saúde para a população pobre utilizar e novamente com isenção de impostos para os laboratórios, que passam a tarefa do descarte/incineração para a Prefeitura.

E lembrando ainda da marquinha de caneta na mão de crianças para ela não repetir a merenda, hoje, industrializada, e  não saudável como foi na Gestão Haddad.

Quer desumanidade maior e maior mercantilização da função de Governante que esta? Impossível.

 

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de maria rodrigues
maria rodrigues

E como se nada do que está no

E como se nada do que está no post bastasse, Dória perdeu feio mesmo foi depois de mostrar a cara limpa, como um baita traidor de seu criador. Mexeu fundamente com Alkmin, e isso ninguém que seja tucano de carteirinha pode admitir, nem mesmo outros, que não sendo tucanos, tem em conta que Alkmin é quase um santo e com santo não se deve mexer. Foi por aí que Dória começou, de fato, a se lambusar. Por ora, esse prefake só terá um jeito pra continuar na sua performance de empresário-político: pedir as contas e se mandar pra outra sigla. E no que depender da Globo, ele tá fora. Tá fora também porque a Globo está totalmente contra esses malfeitos contra a cultura. 

A Globo ainda pode muito, e quem for contra ela será perseguido. 

Crivella já começou a levar pancada da Globo por ter dado recados grosseiros ao decretar veto a qualquer movimento cultural que, segundo ele, tem viés de pedofilia. Aí, não apenas entra a ignorância do prefeito neopentecostal, vendilhão dos templos como seu parente Macedo, como também o manifesto ódio pela concorrente Record. Tudo junto e misturado vai dar um bom prato para os Marinhos.

Enfim, o que esse Dória tem feito já tem sido o suficiente pra dizer o que quer para o Brasil. E não quer nada que ligue o povo ao progresso, mas apenas os seus mais próximos, ou quem lhe dê o troco que espera receber com suas ações. Seria, pois não será, um presidente rentista de primeira linha. Governará para as elites, e pronto 

Seu voto: Nenhum

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.