Revista GGN

Assine

Lula: "Nós nos precipitamos ao achar que 2013 foi uma coisa democrática"

Foto: Ricardo Stuckert

Jornal GGN - O ex-presidente Lula disse, na noite de sexta (11), que a Rede Globo ajudou a inflar os protestos de rua que marcaram junho de 2013 com o objetivo de forjar pressão popular sobre o governo Dilma Rousseff. Na visão do petista, foi "precipitado" considerar que aquelas manifestações foram essencialmente democráticas, já que parte das massas teria sido manipulada pela grande mídia."

"A Globo não suspendeu novela nem para transmitir enterro do Roberto Marinho [fundador da emissora]. Naquela passeata, ela suspendeu a grade de novela para transmitir ao vivo uma grade do movimento social, sobretudo contra o governo Dilma", disse Lula.

"Esse país não foi compreendido desde o que aconteceu em junho de 2013. Nós nos precipitamos ao achar que 2013 foi uma coisa democrática. Que o povo foi para a rua porque estava muito preocupado com aquela coisa do transporte coletivo", declarou o ex-presidente.
 
Em evento no Rio de Janeiro, Lula disse que errou ao ter presidido o País por dois mandatos sem nunca se atraver a discutir a regulação dos meios de comunicação. "Nós não fizemos, e eu errei, quando não fizemos a regulação da mídia. Eles têm que saber que têm que trabalhar muito para não deixar eu voltar a ser candidato. Se eu for candidato, eu vou ganhar e vou fazer a regulação da mídia. [...] Não vou morrer até voltar a governar com vocês este país", disse o petista.
 
As informações são da Folha de S. Paulo.
Média: 2.8 (18 votos)
15 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".

Finalmente Lula admite seus erros

Lula já admitiu que errou feio ao nomear Joaquim Barbosa para o Supremo, já admitiu ter cometido um erro descomunal ao escolher o " poste " Dilma para sucessora, isto nas próprias palavras dele. Já admitiu o erro de não ter regulado a midia. E agora finalmente admite que terem errado feio, ao tolerarem as manifestações de 2013 como sendo " democráticas ".

Sim, a esquerda está finalmente saindo da ilha da fantasia. Finalmente, Lula está admitindo que devia ter feito coisas diferentes, e digo mais. Se Lula tivesse estudado mais, lido Maquiavel um única vez, lido a  " Arte da Guerra " uma única vez, podia ter se dado bem, talvez.

Mas agora é tarde. Dentro em breve, ele será enjaulado, e se não for será proibido de concorrer a qualquer cargo eleitoral.

A esquerda será banida das urnas pelo distritão, pela mídia, pela policia Federal, pelo Ministério Público. A história será reescrita, desta vez pelos vencedores.

E mesmo que a esquerda chegue a eleger um presidente, ele será ornamental, quem governará será o primeiro ministro, nomeado pelo congresso. O congresso, historicamente mais reacionário que o executivo, jamais elegeria um Lula para primeiro ministro, e nem um politico de esquerda.

Mesmo que um politico de esquerda chegasse a ser primeiro ministro, a PEC dos gastos o engessaria... A casa grande pensou em tudo, bloqueou todas as saídas... Justiça só se for em outra reencarnação...

O país será entregue para usufruto do Império.

-----------------------

Talvez daqui há alguns séculos façam um filme para Lula, do estilo " Coração Valente ", no qual ele será o mártir, o herói do filme.

---------

A esquerda finalmente acorda da ilha da fantasia. Acharam que iam vencer o Império, usando simplesmente a popularidade de Lula, que iam enfrentar a quarta frota com a força do povo brasileiro apenas...Que iam controlar a mídia usando um controle remoto...

Na história, e nas guerras, não há lugar para ingenuidades.

 

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Ze Guimarães

imagem de aleminas
aleminas

E o "Zé da Justiça" sendo escorraçado na Paulista?

Ficou quietinho.. pianinho. Baita republicano!  E os caras deitando e rolando. Nunca dantes foi tão fácil. Até agora a direita não entende como pôde ser tão fácil! Lula agora já "elvis". Torço para estar errado, mas PT no poder federal novamente só daqui a alguns anos. Coisa de dois dígitos, no mínimo. Perdeu o bonde da história. O povo? Coitado do povo. Tudo de bom que conseguiu no goveno petista está sendo tomado. E com castigo! Temer e seus algozes agora querem castigar o povão. A Globo? Uai.. uaí a Globo sobe cumprir seu papel. Aplicou uma dose cavalar do "boa noite cinderela" no povão e um abraço.Estão anestesiados até agora. A Dilma? Uai, não mandou a gente controlar a Globo no controle remoto. Muita gente fez. Milhões ignoraram o conselho da ex-Presidenta. Que dançou feio. Foi extirpada do poder. Agora, pra quem acredita Nele, só Deus. Ou alguém aqui acha que depois de gastar milhões e queimar muitas "imagens" a direita vai deixar Lula retornar? Só com a ajuda do Divino que está de saco cheio de todos nós!

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Parte das massas manipuladas

Parte das massas manipuladas pelo PIG? Parte?? Acorda Lula.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Serjão
Serjão

Pau no Lula

Bate mais que cresce.

E o Ciro...

O gogó de ouro falastrão, oportunista e traíra morde e assopra.

Ciro: sou mais o bolsonaro. Meu voto e de todos os petistas que conheço ele não tem, não terá.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Foi uma explosão de decepção

As manifestações de 2013 foram a explosão de decepção de um pessoal que já tinha se acostumado aos sucessos do governo e viu que a coisa estava indo para o vinagre. De fato, o governo Dilma começou quente, diminuiu a marcha, ficou devagar quase parando e parou de vez no estelionato eleitoral de 2015. O pessoal ficou impaciente.

A Globo pode até ser tendenciosa e dar mais espaço em seu noticiário para manifestações anti-PT, mas é doideira achar que essa emissora tem poder de convocar manifestações a fazer protestos gigantescos surgirem do nada.Os protestos de 2013 mostraram um descontentamento difuso, mais sintoma de um mal do que o mal em si, mas uma coisa eu notei: ninguém atacava diretamente Dilma e o PT. Gritavam slogans subjetivos, "contra a corrupção", "contra tudo isso que está aí", pareciam mesmo uns porra-louca. As manifestações só passaram a atacar diretamente Dilma e o PT depois de 2015, quando a máscara do governo caiu.

E uma coisa eu achei graça. Logo que começou a Dilma veio com um papo escorregadio de "constituinte", essa mesmo que o Maduro está fazendo, mas botou a viola no saco rapidinho. Tal como a moça feia de Chico Buarque, achou que a banda tocava para ela...

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Marcos K
Marcos K

Como quase todo mundo não

Como quase todo mundo não entendi de imediato o caráter das manifestações daquele 2013. Mas minha confusão durou muito pouco. Soube o que era numa segunda-feira. dia 17 de junho de 2013, quando a Globo suspendeu a novela para transmitir ao vivo a tal "manifestação", expondo cartazes de ordem "contraacorrupição" e por ai afora.

Neste dia tive certeza que a Globo tinha conseguido capturar uma manifestação espontânea (se em algum momento o foi) e que estava manipulando aquela horda de retardados mentais que iam para a rua. Mais, tive certeza que ia manipular os milhões de estúpidos a quem se dirige toda noite através do famigerado Jornal Nacional. Não deu outra.

Mas não foi isso que chamou a atenção. Me chamou a atenção a infantildade dos petistas, que não se deram conta do que estava acontecendo. Comenteram um catastrófico erro de avaliação que me deixou pasmo pelo seu primarismo e miopia. E não foi por falta de aviso de setores da imprensa progressista e, inclusive, de Putin e Erdogan. Pior, Não foi por falta de exemplos que pipocavam pelo mundo. Não viram, ou não quiseram ver que tinha algo muito estranho na coisa. E tinha. Como teve no Mensalão e tem na Lava Jato.

Deu no que deu.

Seu voto: Nenhum (2 votos)

E o pt continua errando

Onde estão as grandes manifestações????

Continuam discursando em salas fechadas para meia duzia de gatos pingados.

Somente atraves do enfrentamento nas ruas o barco vai virar.

 

Seu voto: Nenhum (5 votos)
imagem de Paulo C Teixeira
Paulo C Teixeira

Surpresa

Abriu a porta

pensou que dela ia sair um elefante

saiu um camundongo.

Seu voto: Nenhum
imagem de Franbeze
Franbeze

Só agora?

Em 2013 eu falei que era golpe. Agora Lulinha paz e amor senta e chora porquie agora é tarde.

 

Seu voto: Nenhum (8 votos)
imagem de Celso Paulo da Silva
Celso Paulo da Silva

É o que escrevi em outro

É o que escrevi em outro comentário. A mídia foi financiada com propaganda do governo petista para ataca unicamente o Pt. Qualquer militante percebeu que aquilo que aconteceu em 2013 em são paulo foi o ovo da serpente que culminou neste golpe continuado. Aquela cena daquelo louco pitbull estraçalhando as vidaraças prefeitura foi obra de noite dos cristais. Claro, fez aquilo porque sabia que teria cobertura da globo. Aí, então, vinha o zé da justiça no seu "profundo conhecimento de movimentos sociais" dizer que as manifestações eram livres no estado democrático. repito mais uma vez, foi por essa profunda ingenuidade, pra não dizer burrice ou covardia do Pt governo, que sitiaram só Pt no parlamento, na mídia e no judiciário. se alguém tem dúvidas disso, é só tentar lembrar quando foi que algum programa social do Pt teve elogio de alguém da grande mídia ou quando foi que alguma autoridade do Pt ganhou alguma causa no judiciário brasileiro. O Lula é o maior exemplo dessa perseguuição demoníaca dos homesn de toda e dos papagaios da m´dia.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Antonio C.
Antonio C.

O Lula, agora, também deu seu

O Lula, agora, também deu seu voo de pássaro de Minerva só que em voo de galinha.

Muitos deram opiniões a respeito do caráter reacionário das manifestações em 2013, travestidos de "crise da representação" e de um subanarquismo. E eu fui um deles, para o apedrejamento amplo, geral e irrestrito.

Nascido de alguma privada (pasmem!) da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP. Foi lá que nasceu o Movimento Passe Livre. Que, na esteira e no vácuo de governos de esquerda em nível federal e municipal, se acharam livres, livres!, para seus exageros, seu egocentrismo travestido de política, a doença infantil do transportismo (diria PHA).

A força deles não passa agora de uma mesa de boteco na Avenida Paulista, ou na Vila Madalena, com discussões a respeito do papel atual de Antonio Gramsci (se é que leram e entenderam).

É aquela intelectualidade pequeno-burguesa, sem cheiro de povo, proletariado como conceito vazio.

Podem se abraçar com o pior Congresso Nacional já eleito. O pior. De tanto considerarem-se diferentes, com ele se parece.

Pois sim, a consciência do sujeito sobre si parece que não é semelhante àquilo que se é.

Seu voto: Nenhum
imagem de sidnei
sidnei

Os black blocks

Prezados,

 

Repasso meu testemunho de que via os black blocks saindo de uma cooperativa de onibus próxima ao local que trabalhava, em São Paulo em 2013.

Esta empresa ( uma cooperativa), segundo o que ouvia, era "um braço do PCC", segundo os comentários tanto de pessoas simples como dos mais influentes, inclusive um vereador conhecido meu. Enfim, os mascarados saíam da cooperativa "em cima dos onibus", já com as camisas enroladas no rosto.

Por último conversando com o presidente da empresa numa oportunidade que tive, ele me mostrou um parecer de Yves Gandra Martins (que eles iriam utilizar para pedir uma modificação de lei no congresso, não me lembro exatamente o que, lembro que ele falava que era necessário fazer "lobby").

Enfim PCC, Yves Gandra, PSDB, black blocs....

A ficha pra mim também só caiu em 2016.

 

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de aleminas
aleminas

SIDNEY ... pior era um governo federal ...

Totalmente desinformado.. inocente.. republicano .. teimoso etc etc. Os caras deitando e rolando nas "barbas de Dilma e o PT". Jesus! É ou não é para ter raiva e frustração. O povo sendo manipulado na "testa da Dilma" e ela dizendo que tudo aquilo era democrático. Que deveríamos controlar a mídia no "controle remoto" E os caras filmando em grande estilo os black blocks para o JN ... Ah vai ...

Seu voto: Nenhum

Antes tarde do que nunca (o caráter reacionário de 2013)

Não foi por falta de aviso. Várias e várias pessoas cansaram de alertar, desde junho de 2013, que aquelas manifestações não tinham absoluta e rigorosamente nada a ver com a esquerda. Eram manifestações eminentemente reacionárias e que, ao fim e ao cabo, acabariam por fortalecer e ressuscitar a direita em todo o território nacional - algo que se confirmou integralmente.

Vivíamos em junho de 2013 num país plenamente democrático, com investimentos públicos e privados na crista da onda, com inflação controlada, com quase pleno emprego, com a menor taxa de juros da história (real e nominal), reservas internacionais crescendo, crescimento do PIB de 3% no ano em 2013, distribuição de renda e uma oposição esmigalhada após o rotundo e retumbante fracasso da farsa da AP 470 (espécie de telenovela fraudulenta que durou 4 meses e meio e que pretendia soterrar o PT no pleito de 2012). A aprovação de Dilma, bem como de seu governo, atingia níveis estratosféricos em junho de 2013 - índices melhores que os obtidos por Lula em 2010, e tudo indicava que a eleição de 2014 seria um passeio olímpico para o PT. 

Do ponto de vista programático, também era nítido que as marchas dos anarco fantasiados não tinham serventia nenhuma; a tática Black Bloc não era nova e já vinha sendo utilizada sobretudo na Europa - com resultados que não outros os de enfraquecer esquerda e fortalecer a direita. Quando diziam aquelas palavras de ordem do tipo "Estado Opressor", e outras parvoíces, já se podia delinear que não queriam tomar o poder do Estado e sim "destruir o Estado Opressor", algo evidentemente impraticável e maluco (como Marx, Engels, Lênin e tantos outros já haviam demonstrado há mais de um século). 

E, pior ainda, depois que os fantasiados perderam o controle, aí entrou a turma do "Sem Partido", "Nem direita Nem Esquerda", "Contra a Corrupção", "Não é Por 20 Centavos", "Não Vai Ter Copa", "Contra a PEC 37", "Saúde e Educação Padrão Fifa" e outras pérolas reacionárias que nada tinham a ver com a luta do povo  por mais democracia, por mais distribuição de renda e pela diminuição das desigualdades sociais. Não se viu, naquelas 'Marchas Sobre Roma', nenhum apelo a favor da reforma agrária, do aumento das alíquotas do Imposto de Renda, da taxação de grandes fortunas, da tributação de lucros e dividendos das empresas, da CPMF para sustentar a saúde pública, etc., ou seja, as bandeiras dos marchadores não tinham e nunca tiveram, como foi dito, nada a ver com as pautas históricas da esquerda brasileira e mundial. 

O engraçado, ou trágico, é que naquelas alturas do Junho de 2013 qualquer um que ousasse dizer o óbvio, acerca do caráter incrivelmente reacionário daquelas marchas, era taxado de louco, de não compreender os novos movimentos de massa (horizontalidade, redes sociais se auto-convocando, ojeriza a partidos e sindicatos e outras palermices de mesmo gênero - pausa para rir de quem acreditou em todas essas idiotices anti históricas e optou por romancear ao invés de criticar). Naquelas alturas do junho de 2013 muitos blogueiros ficaram maravilhados - quase chegaram a chorar de emoção - com aquelas 'Marchas Sobre Roma' e insistiam no mantra, imbecil dos pés até a cabeça, de que o PT "não soube interpretar o que estava acontecendo". 

Na verdade o PT não soube interpretar o que estava acontecendo porque, tal e qual blogueiros e alguns militantes da esquerda cirandeira, se deixou levar pelo canto da sereia dos fantasiados reacionários. Desde o início Lula, Dilma, o PT, a Juventude do PT e as principais lideranças do PT, abraçaram emocionados as "democráticas manifestações da cidadania". Este foi o erro do PT, o de ir na onda de blogueiros e da esquerda cirandeira, esta, aliás, apoiando efusivamente as manifestações reacionárias pois sonhava - como sonha até hoje - com a derrocada do PT (quando, sabe-se lá como, ficariam com o espólio da agremiação nascida no ABC). 

É bom que Lula e outras lideranças, ainda que tarde, se deem conta de que o Junho de 2013 só serviu para retirar a direita da tumba e para enfraquecer o projeto de desenvolvimento econômico com distribuição de renda, com o fortalecimento das empresas nacionais, com a inserção soberana do Brasil no mundo, que estava em curso. 

Quem viu o que os marchadores fantasiados fizeram, por exemplo, com Fernando Haddad, que não tinha sequer 6 meses de governo e que pegou tarifas congeladas desde 2011, poderia saber desde o início que aquilo nada tinha a ver com a esquerda. Só se deixou enganar quem quis ser enganado. 

Por fim, a pergunta que nunca irá calar é a seguinte: por onde andam os fantasiados, que só apareceram quando o país vivia um momento econômico, político e social espetacular, e que hoje, quando o país está imerso num brutal golpe de estado, com a retirada de direitos trabalhistas e previdenciários, com uma extorsiva PEC do Teto, com o esquartejamento da Petrobras, com um país a caminho de voltar a ser uma colônia agroexportadora, etc., simplesmente sumiram do mapa?

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Diogo Costa

É isso

Foi um movimento orquestrado pela direita com apoio da Globo (com expertise norte americana em redes sociais e movimentos primaveris, sic) que se aproveitou de uma ação protagonizada por segmento esquerdista (doença iinfantil do comunismo, apud Lenin). Essas grandes manifestações "espontâneas" preparam o terreno para futuras ações de massas com claros objetivos golpistas, tipo "Marcha da Família com Deus pela Liberdade" agora, porém, se apresentando com um ar pós moderno (defensor de direitos difusos).

O "povo" quer mais direitos. Mais políticas públicas. Mais participação.

Isso tudo era fachada. Aqueles movimentos nunca foram protagonizados pelo povo. Era a direita (nacional e internacional) e a classe média se mexendo para fazer o Brasil voltar ao que sempre foi uma colônia - o povo pobre servindo de serviçal para a classe média, e o mercado interno e os recursos naturais servindo majoritariamente aos interesses estrangeiros.

O que está ocorrendo no Brasil, do ponto de vista político, é a eterna tentativa de retornar ao momento pré-revolução de 30. A eterna tentativa de matar Getúlio. Aliás, algo que a esquerda até ontem vinha contribuindo para isso (acabar com a herança getulista no sindicalismo - jogava a água suja com a criança dentro).

Getúlio, JK, Jango, Brizola, Geisel (por incrivel que possa parecer, quem não se lembra dos militares sendo motivo de chacota na Globo, será porque eles eram malvados, ora nos piores momentos foram apoiados pela Globo e cia., o ataque a Geisel e os militares era por conta de seu nacionalismo, contra os interesses estrangeiros defendidos pela Globo) e, por fim, Lula.

A história do Brasil se repete como uma eterna farsa, de que somos uma nação soberana, repulicana e democrática em desenvolvimento. Conta outra. A revolução de 30 não encerrou. Quando Getúlio quis retomá-la nos braços do povo já era tarde.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de franciscopereira neto
franciscopereira neto

Palavrório

É o que eu venho dizendo.

Blá, blá, blá, para explicar o inexplicável para quem não quer entender.

Erros aconteceram aos montes.

A direita também sempre errou, mas eles sabem recuperar o terreno perdido.

Em mais de 500 anos de história, quantos anos a esquerda (eu chamo de progressistas) governou o país?

A direita errou feio com o abominável governos FHC, com apagão, privatizações,dependência ao norte nunca visto antes e errou mais ao permitir que Lula continuasse governando pós mensalão com a teoria do sangramento.

Isso resultou na sua reeleição e pior para eles, fazendo de Dilma seu sucessor, e a sua inaceitável reeleição. O caldo entornou ai. 

As manifestações começaram em São Paulo justamente na cidade onde Haddad venceu a eleição para prefeito contra Serra, que já havia levado uma tunda para o Lula. Ai já é demais né, pensou a direita.

Um dos erros do Lula foi apostar na Dilma como candidata, a gerentona do Ministério das Minas e chefe da Casa Civil. Vejam só a loucura que Lula cometeu.

Uma pessoa avessa ao diálogo num cargo de suma importância para o trato político, que deveria ter jogo de cintura, atributo que nunca teve.

Nos treze anos de governos progressistas a mídia pegando pesado, massacrando Dilma e Lula, a elite difundindo mentiras para o deleite da direita e classe média idiotizada, Roberto Setúbal falando mal do país na Alemanha, idem FHC e tudo parecendo tudo natural, enquanto o ódio era disseminado no seio da sociedade.

Todos acreditavam que a democracia estava consolidada e não tinham a menor suspeita de que o pior poderia acontecer, apesar de todos os sinalizadores.

Em São Paulo, palco das grandes manifestações de 2013, como você disse Diogo, Haddad jogado às feras sem o mínimo apoio do governo federal. Dilma as turras com o prefeito e não cedeu no seu pleito de dar um fôlego na equação da dívida da cidade. Deixou Haddad a deus dará. E aconteceu o que tinha que acontecer.

Depois de apeada do poder, vive agora fazendo diagnósticos e prognósticos do pode acontecer e o que poderá acontecer.

Por que não fez isso quando governava?

Ela estava mais preocupada em defender sua honestidade do que defender o governo, um legado do Lula.

Agora nós, os progressistas, temos que tomar as rédeas nas mão, para lutar contra os fascínoras que assaltaram o poder.

E estamos vendo que não está sendo nada fácil, ficando só no blá, blá, blá.

A estrtatégia tem que ser outra, porque eles tem o poder financeiro nas mão e nós só volutarismo.

Não temos nenhum estrategista além do personalismo da figuara do Lula.

O perigo mora ai, e até um alienado político pode aferir isso.

O que temos além disso?

Tem o Ciro Gomes com  tom professoral em que ao mesmo tempo que elogia Lula, solta impropérios do tipo, Lual está brincando de ser Deus e veladamente afirmar numa universidade norte americana que Lula também é ladrão.

A massa da população que apóia Lula é a mais baixa do extrato social e é conduzida por alguns intelectuais e um setor da classe média muito reduzida, da qual me incluo, que faz o papel de disseminador das conquistas do legado Lula.

Será que só isso basta, além dos comentários, artigos etc?

Vejam só. Estamos na depedência do TRF4 para nos dar um norte.

Isso é uma insanidade propalada por figuras como Haddad e muitos formuladores de opiniões do PT.

Vamos continuar comentendo os mesmo erros?

Seu voto: Nenhum
imagem de ADROALDO LIMA LINHARES
ADROALDO LIMA LINHARES

Máfia fhc! Esgoto a céu aberto desde 2002...antes era na moita!

Gostaríamos de lembrar Lula, que 2013 foi apenas quando abriram as porteiras. A coisa já estava rolando engatilhadamente em 2012, ano em que já ouviamos muita gente mencionando o impeachment de Dilma e comparando-o com o do Cóllon de Méllo. Acreditramos que mesmo que tudo tivesse sido percebido pelo PT e aliados, da mesma forma nada fariam, como talvez perceberam e nada fizeram. É uma linha de conduta do PT não agredir de forma não política bem com não defender-se de ataques não políticos, linha de conduta com a qual concordamos e portanto entendemos, já que são essas características que definem e legitimam a formação e manutenção de um partido político, coisa que não observamos no pmdb, psdb, dem e aliados, ficando claro que não são partidos políticos e sim gangues de bandidos de altíssima periculosidade pelo roubo de 55 milhões de votos mais uma penca de crimes até hediondos, e ainda aplicaram um golpe de estado com a consequente instauração da ditadura que perdura até agora com a participação dos 3 poderes, das forças armadas, de todas as polícias, de todos os juízes de todas as instancias, de toda a grande imprensa etc etc etc...

Resultado de imagem para fhc golpe compro imagensResultado de imagem para fhc golpe compro imagensResultado de imagem para fhc aecio imagens

Resultado de imagem para fhc aecio imagens  Resultado de imagem para fhc aecio imagens Resultado de imagem para fhc aecio imagensResultado de imagem para fhc golpe compro imagens                                Resultado de imagem para fhc golpe compro imagens

Seu voto: Nenhum

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.