Revista GGN

Assine

Juiz desonesto, torcida idem?, por João Sucata

Juiz desonesto, torcida idem?

por João Sucata

Já comentamos que nada irrita tanto como o juiz desonesto, parcial, sacana. Afinal, ele carrega uma missão sagrada de ser neutro, de decidir com boa fé, de usar a farda em prol do que é justo.

Muitas vezes nem é pilantragem, é limitação. Então, em vez de dolo, de querer beneficiar um lado propositalmente, há a culpa, a estreiteza,  a “imperícia”. O efeito é o mesmo, mas a culpa, ao contrário do dolo, não justifica pena máxima, exclusão, desprezo, apelidos tenebrosos.

Mas e quando o juiz mete a mão e a torcida apoia? O que interessa é vencer, ouve-se em meio aos torcedores. A torcida também não merece ser chamada de desonesta? Quando se trata de um equívoco, tudo bem? Já e de se ficar na dúvida, mas quando o juiz age de forma torpe, abjeta, intencionalmente, deveria receber o desprezo de todos, da vítima e do vencedor. Ou então cada um que o apoia deveria reconhecer que é desonesto, também e não pode achar ruim quando a torpeza muda de direção.

Episódios reveladores também acontecem com jogadores. Rodrigo Caio foi criticado pelos próprios colegas, pelo técnico Rogério Ceni, por diretores e torcedores do São Paulo,  por ser ...honesto, e com isso  favorecer o adversário em determinado lance. Quem o acusou deve assumir que é desonesto, que quer a vitória a qualquer preço, inclusive a custo de sua honra,  consciência e apesar da incompetência. Em todas as torcidas há desonestos, infelizmente. E sem honestidade, qual a graça na disputa? Poderia até ser lúdica se fosse de esperteza.

Enfim, eis aí mais um meio onde pode se medir o que acontece no país. O torcedor, jogador, dirigente desonesto não pode falar nada dos políticos de igual caráter, se estivessem no poder fariam a mesma coisa que os atuais que metem a não no patrimônio público. Afinal, melhor é ser vencedor, acumular, ter status, consumir, aparecer...

Futebol e capitalismo

No jogo São Paulo e Palmeiras no Morumbi e tantos outros da última rodada, viam-se as arquibancadas atrás dos goleiros lotadas e as que ficam no meio do campo, onde se pode assistir o jogo com muito mais visão e conforto, vazias. Isto ocorre por causa do preço do ingresso. Muita gente já não consegue ir ao campo devido aos preços, mas muita gente consegue, tendo disponibilidade apenas para os locais mais ruins. E então vemos essa situação cruel e degradante: os locais piores lotados e os melhores às moscas.  

 

Campeonato Brasileiro

Corinthians e Cruzeiro lideram o campeonato depois dos jogos deste fim de semana, cujos resultados foram:

3° RODADA

SABÁDO -27

São Paulo2x0 Palmeiras

  Vasco3X2 Fluminense

 Vitoria 0x1 Coritiba

DOMINGO- 29

 Atlético -MG2X2 Ponte Preta

  Santos 0X1 Cruzeiro

 Atlético –PR 1X1 Flamengo

  Atlético- GO 0X1 Corinthians

 Sport 4X3 Grêmio

 Botafogo1X0 Bahia

Falta ainda para esta segunda, Chapecoense X Avaí, que poderá trazer a Chape para a liderança.

A classificação sem esse jogo está assim:

1

Corinthians -  7;  

2

Cruzeiro    -  7

3

Grêmio    -  6

4

Coritiba  -   6

5

São Paulo  -  6

6

Fluminense  - 6

7

Botafogo    -   6

8

Vasco      -      6

9

Flamengo   - 5

10

Ponte Preta   -   4

11

Chapecoense    - 4

12

Sport   -  4

13

Bahia   -   3

14

Palmeiras   -  3

15

Santos -    3

16

Atlético-MG -   2

17

Avaí   - 1

18

Vitória  -  1

19

Atlético-PR  - 1

20

Atlético-GO  - 0

Na 4º rodada teremos:

SABADO – 3

16 H  Coritiba X Atlético- PR

19 H  Corinthians X Santos

21 H Fluminense X Vitoria

DOMINGO -4

11 H Flamengo X Botafogo

11 H  Avaí X Sport

16 H Palmeiras X Atlético – MG

16 H Grêmio X Vasco

16 H Ponte Preta X  São Paulo

19 H Cruzeiro X Chapecoense

SEGUNDA -5

20 H Bahia X Atlético- GO

 

As grandes emoções ainda ficam por conta da Libertadores, mas é visível que o clima vai esquentando, técnicos vão sendo demitidos, times de quem se esperava muito jogam pedrinhas, outros vão ser firmando, os candidatos a descenso  também já aparecem.

João Sucata.

Assine

Média: 1.8 (4 votos)
2 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".
imagem de Luiz Fernando de Souza
Luiz Fernando de Souza

Há também os cronistas

Há também os cronistas esportivos, que gostam de criticar a corrupção, mas no futebol se comportam de maneira vergonhosa. Só pra citar um caso, o apoio à agressão de Felipe Melo naquele jogo, no Uruguai.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Jose Manoel Martins
Jose Manoel Martins

É o juiz entrar em campo

Que a torcida não deixa por menos,vão xingar a mãe dele, é um prazer enorme e faz bem para alma, é uma terapia.

Seu voto: Nenhum
imagem de marcosomag
marcosomag

Resolver o problema do "thatcherismo" no futebol.

A culpa pela elitização do futebol é do maldito neoliberalismo, e sua matriz foi a reforma do futebol britânico na "Era Thatcher", que encareceu o preço dos ingressos; afastando assim, a massa de trabalhadores britânicos, fanáticos torcedores, dos estádios de futebol.

No Brasil, quando da construção das "arenas" para a Copa do Mundo de 2014, o mesmo projeto elitizante foi implantado. Os ingressos das "arenas" são os mais caros, e o povão tem que virar-se através do "gatonet" do bar da entrada da favela para acompanhar o seu time nos campeonatos.

Infelizmente, tenho que afirmar que o governo petista nada fez para que, nos projetos dos estádios houvesse uma facilidade para a instalação de locais para preços populares.

Não a conversão de cadeiras para "gerais", com o público em pé. O torcedor merece respeito!

A adoção por muitos clubes, principalmente aqueles concessionários de "arenas", da estratégia do "sócio-torcedor" mitigou um pouco o problema. Mas, ainda não foi a solução para a exclusão do povão dos estádios.

Creio que um pouco de trabalho de especialistas seria o suficiente para encontrar uma solução economicamente viável para a exclusão de torcedores das "arenas". Talvez, um subsídio cruzado pudesse elevar minimamente os preços dos ingressos mais caros possiblitando o barateamento de setores do estádios visando a volta das classes populares aos grandes espetáculos de futebol.

 

Seu voto: Nenhum

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.