Revista GGN

Assine

Movimentos sociais

Comunidade Luis Nassif, a blogueira @NaMariaNews precisa de sua ajuda

Faltam cinco dias para finalizar a campanha. Ajude!

por Wilson Yoshio

@luisnassif @namarianews precisa de ajuda. por favor, use sua força para pedir.faltam R$50mil ou 2500 X R$20,00. https://www.apoie.me/maria 

 

É a lógica da solidariedade colaborativa.Não posso desistir, perder pra bandidos e justiça machista. G

por Conceição Lemes

Em 10 de fevereiro, o tuiteiro e parceiro do Viomundo, Gerson Carneiro, deu a largada em sua página no Facebook à campanha Apoie Maria, para ajudar uma pessoa muito querida.

Imediatamente, nós a divulgamos aqui, lembram-se?

Na ocasião, três questionamentos óbvios me vieram à cabeça. Como ela não pode aparecer por questões judiciais, o principal foi este:

Será que pelo fato de não aparecerem o nome e a foto da Maria alguns seguidores do Gerson e estariam achando que a história não era real e alguém estaria explorando a boa fé dele, em consequência dos demais?

Leia mais »
Média: 4.8 (12 votos)

Como a elite médica e política plantou o estigma da maconha no Brasil

Marco Zero Conteúdo

Como a elite médica e política plantou o estigma da maconha no Brasil

por Laércio Portela

Quantos de nós já não ouvimos o brado retumbante: Isso é coisa de maconheiro! Um estigma não precisa de muitas palavras para se fazer entender. Mais difícil é alcançar a origem do preconceito. Saber por que a maconha é há tanto tempo associada à desordem social (e mental) e criminalizada no Brasil?

Não adianta buscar respostas nos livros de história que você leu nas salas de aula. As melhores pistas estão no dicionário Houaiss ao definir estigma como "marca ou cicatriz deixada por ferida. Sinal infamante outrora aplicado, com ferro em brasa, nos ombros ou braços de criminosos e escravos. Aquilo que é considerado indigno, desonroso".

O trinômio “população negra, crime e desonra” está na gênese da construção do estigma do consumo da maconha no Brasil. Para ele ser “naturalizado” foi preciso rasgar algumas páginas da história nacional e invisibilizar atores sociais que desde muito cedo contraditaram as máximas científicas erigidas nas faculdades de medicina, nos tribunais e nas tribunas políticas.

Leia mais »

Média: 3 (2 votos)

Agora: Várias cidades com manifestações pelo #ForaTemer e Diretas Já

São Paulo

por Jornalistas Livres

 

Belo Horizonte

 

Brasília Leia mais »

Média: 5 (6 votos)

Em semana de insanidades reais, seguimos na luta antimanicomial, por Matê da Luz

Em semana de insanidades reais, seguimos na luta antimanicomial

por Matê da Luz

Recebi esta carta de um amigo meu, psiquiatra, envolvido na análise e tratamento de indivíduos pautada na busca pelo bem-estar completo dos pacientes. Já nos pegamos em discussões sobre a necessidade de medicar em contrapartida ao tratamento holístico; já discordamos acerca de diagnósticos precoces e vivemos conversando sobre as melhores soluções e caminhos na cura da origem do que faz e traz o mal às pessoas e, num ponto único, somos pares: a luta antimanicomial. 

Seja por acreditar que os porquês da vida vez ou outra são invisíveis, seja por questões mais acadêmicas e profundas, sólidas também, concordamos que isolar aquele que é taxado como incomum é uma agressão sem tamanho, ainda mais nas circunstâncias apresentadas pelas insitiuições presentes no País. Me comprometi a divulgar esta carta, escrita por uma conhecida dele, para soprar um vento de lucidez numa semana insana no Brasil, especialmente, onde todo e qualquer assunto foi abafado pelos escândalos políticos na esfera pública. Vale lembrar que, no privado, atrocidades também acontecem. 

Leia mais »

Média: 5 (1 voto)

A fala de Nassif em Natal e o papel das universidades no Projeto Nacional, por Ion de Andrade

A fala de Nassif em Natal e o papel das universidades no Projeto Nacional

por Ion de Andrade

No dia 12 de maio tivemos, no auditório da reitoria da UFRN em Natal, palestra de Luis Nassif sobre o momento atual e os riscos para a democracia no Brasil. O evento foi promovido pela Associação de Docentes da UFRN, a ADURN/Sindicato. O auditório estava lotado e se fizeram presentes, dentre muitos outros, a Senadora Fátima Bezerra, a deputada federal Zenaide Maia, o deputado estadual Fernando Mineiro, dentre inúmeras outras lideranças e autoridades atestando a importância da formulação de Nassif no contexto nacional e do GGN como grande fórum para a retomada da democracia no Brasil.

Com uma visão rica e abrangente, Nassif apontou inicialmente para a estratégia do assassinato de reputações como método de destruição da viabilidade política das lideranças da esquerda mundo a fora e dos líderes que encarnam projetos nacionais, proscritos da globalização e hoje esmagados e submetidos à governança do capitalismo global. Citou diversas lideranças internacionais que passaram pelo mesmo calvário de perseguição político-judiciária que hoje morde Lula.

Leia mais »

Média: 5 (2 votos)

Centrais irão para Brasília contra reformas do governo Temer

cut_em_brasilia_augusto_coelho_cut.jpg

Foto: Augusto Coelho/CUT

Da Rede Brasil Atual

 
Ao lado de movimentos sociais, entidades de trabalhadores prometem não sair da capital durante tramitação dos projetos

Com a proximidade das votações de reformas do governo Temer, as centrais sindicais e movimentos sociais começam a partir desta semana uma série de ações tendo Brasília como alvo principal. Uma mobilização já está confirmada para quarta-feira (17), com visitas a gabinetes no Congresso, e uma semana depois as entidades farão marcha e ocupação na capital federal. 

Leia mais »
Média: 3.7 (3 votos)

Curitiba: vão-se os manifestantes, ficam os rojões, por Marcelo Auler

rojoes_curitiba.jpg

Na manhã de quinta-feira (11) o Blog ainda encontrou rojões jogados ao relento no chão do acampamento. Foto: Marcelo Auler

Do blog de Marcelo Auler

 
por Marcelo Auler

Foram dois dias de festa na capital paranaense. Certamente, a multidão que acorreu a Curitiba foi bem inferior aos 30mil, segundo organizadores, ou 50 mil, na expectativa das autoridades – como descreveu a juíza da 5ª Vara da Fazenda Pública, Diele Denardin Zydek (veja em Lula em Curitiba: apesar da juíza, venceu o bom senso!) – anunciados. Mas isto não impediu de a demonstração da força política de Lula, que recebeu apoio de pessoas dos mais distintos pontos do país – só do Piauí foram cinco ônibus com manifestantes.

Leia mais »
Média: 4.4 (7 votos)

Mais de 90 entidades assinam manifesto contra retrocessos sociais e ambientais

 
indigenas_cpi_da_funai_lucio_bernardo_junior_camara_dos_deputados.jpg
Indígenas na CPI da Funai. Foto: Lúcio Bernardo Júnior/Câmara dos Deputados
 
Jornal GGN - Em documento por mais de noventa entidades, movimentos populares e  organizações manifestam-se contra os ataques às agendas ambientais, de direitos humanos e dos trabalhadores que estão ocorrendo no governo de Michel Temer (PMDB). 
 
O manifesto afirma que o Poder Executivo, junto com a bancada ruralista no Congresso Nacional, promovem, em tempo recorde, uma ofensiva de violações aos direitos humanos, de promoção do caos fundiário e de “normalização” dos crimes ambientais. 
 
Entre as medidas citadas, está a Medida Provisória (MP) 759, que, junto com iniciativas que querem acabar com as Unidades de Conservação e facilitar a grilagem de terras, procuram “disponibilizar estoques de terra para exploração desenfreada”.

Leia mais »

Média: 5 (4 votos)

Ato de apoio a Lula lota praça em Curitiba

ato_lula_curitiba_brasil_de_fato.jpg

Foto: Brasil de Fato

Da Rede Brasil Atual

 
Praça Santos Andrade é o ponto de encontro de movimentos sociais, militantes e simpatizantes que foram prestar solidariedade ao ex-presidente, em dia de audiência com o juiz Sérgio Moro
 
Desde o início da manhã desta quarta-feira (10) milhares de manifestantes, integrantes de movimentos sociais, militantes e simpatizantes se dirigem à Praça Santos Andrade, no Centro de Curitiba,  para prestar solidariedade ao ex-presidente Lula durante depoimento ao juiz Sérgio Moro, previsto para as 14h. A expectativa é que Lula também se dirija ao local, após o depoimento, para se encontrar com a militância. 
Leia mais »
Média: 4.6 (19 votos)

Frente Brasil Popular repudia ataque a acampamento do MST em Curitiba

mst_acampamento_curitiba_jornalistas_livres.jpg
 
Foto: Jornalistas Livres
 
Jornal GGN - A Frente Brasil Popular divulgou nota de repúdio ao ataque sofrido contra o acampamento do Movimento dos Trabalhadores Rurais, na madrugada desta quarta-feira.
 
De acordo com os Jornalistas Livres, morteiros atingiram barracas do acampamento dos sem-terra em Curitiba (PR), que se mobilizaram em defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que prestará depoimento ao juiz Sergio Moro na tarde de hoje. 
 
Duas pessoas ficaram feridas, incluindo uma criança, segundo a Frente Brasil Popular, que disse que o ataque “reforça a ideia de intolerância e métodos violentos utilizados por grupos isolados à agenda de manifestações pacíficas que acontecem em Curitiba”.

Leia mais »

Média: 5 (6 votos)

Lula em Curitiba: apesar da juíza, venceu o bom senso!, por Marcelo Auler

As primeiras caravanas, com militantes do MST do próprio estado do Paraná, chegaram na manhã desta terça-feira e prestaram uma homenagem ao militante Antônio Tavares, assassinado há 17 anos onde hoje há um monumento desenhado por Oscar Niemeyer, na BR 277. Foto Marcelo Auler

As pprimeiras caravanas, com militantes do MST do próprio estado do Paraná, chegaram na manhã desta terça-feira e prestaram uma homenagem ao militante Antônio Tavares, assassinado há 17 anos onde hoje há um monumento  desenhado por Oscar Niemeyer, na BR 277. Foto Marcelo Auler

Lula em Curitiba: apesar da juíza, venceu o bom senso!

por Marcelo Auler

Apesar do Interdito Proibitório imposto pela juíza substituta da 5ª Vara da Fazenda Pública, Diele Denardin Zydek, mantido pelo juiz Francisco Jorge, que como juiz convocado no Tribunal de Justiça do Paraná negou liminar em um Habeas Corpus interposto pela Defensoria Pública, o bom senso funcionou no Paraná.

Depois de entendimentos entre governo do Estado, prefeitura municipal e organizadores do Ato Público da Campanha Nacional em Defesa de um Brasil Justo Para Todos e Para o Lula, as primeiras caravanas começaram a chegar a Curitiba no início da manhã desta terça-feira (09/05) sem risco de maiores confrontos.

Leia mais »

Média: 4.6 (11 votos)

Resistência, o documentário, por Matê da Luz

Resistência, o documentário

por Matê da Luz

Tem gente que diz que esse ar sombrio que ronda o Brasil tem mais tempo que isso, mas fato é que faz só um ano que o impeachment rolou de fato. Isso é tão pouco no meu referencial que o tamanho do medo frente aos acontecimento retrógrados no País cresce progressivamente no peito e faz faltar o ar, literalmente. Se por um lado tem aquilo tudo de entender que quando a gente enxerga a poeira é porque ela está na superfície e, portanto, pronta pra ser limpa - na metáfora da piscina, que eu adoro mesmo e venho praticando bastante na vida, como um todo - por outro lado parece que neste contexto de agora, o piscineiro diz que acha aquilo tudo muito bonito e que está tudo bem, que essa sujeira é melhor do que aquela outra do ano passado, você sabe, né?, enquanto a gente fica parado de pé olhando, totalmente sem saber o que fazer, estarrecido. 

Leia mais »

Média: 4 (4 votos)

Governo quebra Funai e abandona índios

Índios protestam em frente a um Congresso cercado pela polícia durante Acampamento Terra Livre 2017, na semana passada | Mídia Ninja / MNI

do Instituto Socioambiental

Governo quebra Funai e abandona índios

Em editorial, o ISA critica a ação deliberada da administração de Michel Temer para desestruturar o órgão e as políticas de proteção aos direitos indígenas

O Diário Oficial da União traz, hoje (5/5), a exoneração de Antônio Fernandes Toninho Costa do cargo de presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai). Não traz a nomeação de um substituto, mas ninguém duvida mais que o próximo a ocupar a função seja alguma ave de rapina.

Isso porque Costa teria se oposto à nomeação de 25 pessoas para cargos de confiança, indicadas pelo PSC - mesmo partido que indicou ele próprio para a presidência do órgão - e por deputados ruralistas anti-indígenas, como Luiz Carlos Heinze (PP-RS), aquele que disse que os índios são "tudo o que não presta". Costa foi a quarta pessoa a ocupar o cargo em um ano de governo Temer.

Leia mais »

Média: 1 (1 voto)

Na Feira da Reforma Agrária, MST realiza ato contra a violência do campo

mst_wilson_dias_abr.jpg
 
Foto: Wilson Dias/Agência Brasil
 
Jornal GGN - Na 2ª Feira Nacional da Reforma Agrária, realizada neste final de semana em São Paulo, o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra realizará um ato contra a criminalização dos movimentos sociais e a violência no campo. 
 
O objetivo do ato é chamar a atenção sobre os casos de perseguição, tanto da polícia quanto do Poder Judiciário, contra os militantes do movimento, e também denunciar casos de violência direta a trabalhadores rurais. 
 
O ato vai ocorrer às 17 horas desta sexta (5), no Parque da Água Branca, com participação dos senadores Gleisi Hoffmann e Lindbergh Farias, ambos do PT.  

Leia mais »

Média: 5 (7 votos)

Os Brasis: genocídio, por Arkx

Foto: Christian Braga/Jornalistas Livres

Os Brasis: genocídio, por Arkx

há uma guerra. uma guerra de mundos. uma guerra contra a multilateralidade e a multipolaridade. a guerra do mundo unipolar contra todos os demais mundos. o genocídio global da grande guerra de extermínio do 1% contra todos nós.

há uma guerra. uma guerra nos territórios ocupados dos Brasis. uma guerra tão antiga quanto o próprio Brasil. a guerra da cleptocracia sociopata contra todos nós. a guerra da plutocracia predatória contra o Povo e a Nação.

há uma guerra. não uma “crise” da qual precisamos sair, mas uma guerra que precisamos ganhar, mesmo que sejamos derrotados em muitas batalhas. por que lutamos? lutamos por nossa sobrevivência. lutamos porque é assim que nos sentimos vivos.

Leia mais »

Média: 4.8 (6 votos)