Revista GGN

Assine

Crise

Tentando elevar o moral..., por Leo Villanova

por Leo Villanova

 

Leia mais »

Média: 5 (10 votos)

Oposição a Temer discute chapa com Rodrigo Maia (DEM) e Aldo Rebelo (PCdoB)

Foto: Agência Pública
 
 
Jornal GGN -  Lideranças do PCdoB, PDT, PSB e Solidariedade costuram, nos bastidores, a formação da chapa Rodrigo Maia (DEM) e Aldo Rebelo (PCdoB) para disputar a eleição indireta no Congresso, caso Michel Temer seja cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral.
 
Segundo informações da coluna de Lauro Jardim, em O Globo, os deputados Orlando Silva, Andrés Sanchez e Vicente Candido são os "três mosqueteiros" da esquerda que conversam com aliados de Rodrigo Maia tentando emplacar Rebelo na vice-presidência. 
Média: 1.3 (13 votos)

Um dia ao estilo PSDB/PMDB: Violência, oportunismo e armas letais

do Psicanalistas pela Democracia

Um dia ao estilo PSDB/PMDB: Violência, oportunismo e armas letais. Então, imaginem vinte anos disso

“…o Estado proibiu ao indivíduo o uso da injustiça, não porque pretenda abolí-la, mas porque quer monopolizá-la, como o tabaco e o sal. O Estado combatente permite a si toda a injustiça e toda a violência que desonraria o indivíduo.”

Sigmund Freud-Considerações atuais sobre a guerra e a morte (1915)

Em meio a uma crise e a uma sucessão de violências inacreditáveis que supunhamos ter ultrapassado, vamos observando os movimentos pusilânimes que fazem os partidos hoje no poder. Mas relembremos o alerta de Freud no contexto da primeira grande guerra: “Na realidade, tais homens não caíram tão baixo como temíamos, porque também não tinham subido tão alto, como a seu respeito julgávamos.”

A total indiferença de supostos líderes cujos movimentos rasteiros tem um único objeto: manter-se na área de influência e mando. Membros do parlamento, representantes eleitos, ex-presidentes, ex-governadores testemunham todos os dias brasileiros sendo massacrados, assassinados, mal tratadas e humilhados mas não se importam, não empunham a palavra para interceder, não reinauguram e nem interpretam a bestialidade dos discursos que jogaram a nobreza da política para o esgoto do sem fundamento e do ganho pessoal. Ao contrário são hoje eles os grandes promotores das violências que explodem contra o corpo de brasileiros e brasileiras.

Leia mais »
Média: 4.9 (8 votos)

Lula debocha de delação da JBS contra ele e Dilma: "Tá na hora de parar de palhaçada"

Foto: Ricardo Stuckert

Jornal GGN - Lula reagiu, durante a abertura do 6º Congresso do PT, em Brasília, à delação de Joesley Batista, da JBS, à Lava Jato. Com ar de deboche, o ex-presidente indicou que as informações prestadas pelo empresário - a quem chamou de "canalha" - não passam de uma "palhaçada". Isso porque Joesley afirmou que criou e gerenciou duas contas no exterior "em nome" de Dilma e Lula, onde chegou a acumular cerca de R$ 150 milhões. 

"O canalha de um empresário diz que fez uma conta pra mim e pra Dilma, só que está no nome dele, e ele é quem mexe na grana!", disse Lula, arrancando risos da militância. "Acho que está na hora de parar a palhaçada. O País não comporta mais esse tipo de achincalhamento", disparou.

Leia mais »

Média: 4.4 (7 votos)

Não haverá repactuação no País sem eleições diretas, avalia Dilma

Jornal GGN - A ex-presidente Dilma Rousseff defendeu, durante a abertura do 6º Congresso Nacional do PT, que novas eleições diretas sejam convocadas como saída para a crise política gerada a partir das revelações da Lava Jato contra o governo Temer. Na visão de Dilma, há uma "divergência instalada entre o segmento golpista", que não quer aceitar que a "alternativa clara e possível [para sair da crise] é a eleição direta. Não haverá repactuação no País sem eleição direta."

"Não porque nós tenhamos o melhor candidato, mas porque eleição não é vergonha. Vergonha é querer ganhar no tapetão, eleger um candidato biônico", disse Dilma. "É Diretas Já pela sobrevivência do País como um País sério", acrescentou.

Leia mais »

Média: 4.3 (6 votos)

Igrejas têm mais sucesso que partidos nas periferias, avalia Aldo Fornazieri

Cientista político ajuda a entender a crise dos movimentos tradicionais de esquerda e defende nova pedagogia

Jornal GGN - A desestabilização político-social enfrentada hoje no país não é resultado de uma única crise, mas sim de múltiplos conflitos estruturais que desembocaram na atual crise, a avaliação é do professor Aldo Fornazieri, Diretor Acadêmico da Fundação Escola de Sociologia e Política desde 2006, e organizador, ao lado do professor Carlos Muanis, do livro 'A crise das esquerdas' que reúne textos e entrevistas de professores e ativistas. 

Em entrevista para o jornalista Luis Nassif ele pontua que a crise dos movimentos e partidos de esquerda, por exemplo, tem como fundamento a crise dos próprios alicerces que fundamentaram suas ideologias.

"Com exceção de alguns líderes históricos do marxismo, o movimento marxista se instituiu como um movimento anti-político, que desprezava a política subordinando, fundamentalmente, a política à economia, a partir de uma tese clássica do Marx, quando ele dizia que a superestrutura política-ideológica era uma espécie de um reflexo da estrutura econômica e material".  Por esse motivo, boa parte dos movimentos sociais da esquerda perderam a perspectiva da alcançarem a autonomia a partir da perspectiva política e os erros do PT, enquanto governo, se devem parcialmente a esse olhar.  
Leia mais »

Média: 4 (7 votos)

Grampo mostra bronca de Aécio em Richa e irritação de Andrea

aecio_e_richa_-_igo_estrela.jpg
 
Aécio e Richa em São José dos Pinhais (PR) durante a campanha eleitoral de 2014. Foto: Igo Estrela
 
Jornal GGN - Em um dos conversas telefônicas do senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) interceptadas pela Polícia Federal, o ex-governador mineiro aparece cobrando Beto Richa, governador de Paraná, sobre críticas públicas de um secretaria estadual.
 
O desentendimento tem origem em uma transmissão no Facebook feita pelo deputado federal licenciado Valdir Rossoni (PSDB), chefe da Casa Civil do governo paranaense. 
 
No vídeo, Rossoni comentas as acusações contidas na delação da Odebrecht contra o senador mineiro, e afirma que está decepcionado com o colega de legenda. Ele pede para que a construtora comprove a existência de contas no exterior, e diz que, caso as denúncias fossem confirmadas, Aécio deveria deixar a presidência do partido, “ou eu saio do PSDB. Porque eu não vou admitir”, afirmou o paranaense. 

Leia mais »

Média: 4.5 (8 votos)

Denúncia aponta irregularidades na compra de medicamentos do Ministério da Saúde

ricardo_barros_jose_cruz_abr.jpg

Foto: José Cruz/Agência Brasil

Da Rede Brasil Atual

 
Jorge Solla (PT-BA) questiona a compra de Alfaepoetina e a Ribavirina porque são fabricadas pelos laboratórios da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), vinculada ao Ministério da Saúde

O deputado federal Jorge Solla (PT-BA) apresentou hoje (31) denúncia à Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o ministro da Saúde, Ricardo Barros, pela compra de Alfaepoetina e a Ribavirina junto ao laboratório Blau Farmacêutica a um custo 3.000% superior ao da Fiocruz, vinculada ao Ministério da Saúde, que também fabrica os medicamentos. A denúncia também foi entregue em mãos ao presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), Raimundo Carreiro.

Leia mais »
Média: 5 (8 votos)

Aécio escolheu senadores que vão julgá-lo no Conselho de Ética

Foto: Divulgação

Jornal GGN - Aécio Neves participou das discussões para a montagem do Conselho de Ética do Senado, que vai julgar um pedido do PSOL e Rede pela cassação de seu mandato. É o que informa o Estadão desta quinta (1).

Segundo o jornal, "tucanos foram escolhidos a dedo para ajudar a barrar o requerimento. Assim como fizeram outros partidos com quem tem interlocução." O Estadão ainda informou que senadores investigados na Lava Jato "já falam em arrependimento por respaldarem a prisão de Delcídio do Amaral. Avaliam que isso deixou o STF à vontade para tentar de novo, mas que a dose não vai se repetir com Aécio."

Leia mais »

Média: 3 (6 votos)

Na UnB, Requião defende construção de um projeto nacional de poder

requiao_edilson_rodrigues_ag_senado.jpg
 
Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado
 
Jornal GGN - Durante palestra no seminário "Estado de Direito ou Estado de Exceção", realizado nesta segunda (29) na Universidade de Brasília (UnB), o senador Roberto Requião (PMDB-PR) defendeu a construção de um projeto nacional de poder que consiga fazer com o que o país saia da crise. 
 
"Os nossos adversários só dissimulam cordialidade e gentileza enquanto não pisamos nos calos de seus interesses", disse o parlamentar, falando na necessidade de um projeto que tenha como objetivo os propósitos das classes e dos setores de classe que não estão vinculados ao "grande capital, nacional e global".
 
Assista a íntegra da palestra abaixo: 
 

Leia mais »

Média: 5 (7 votos)

Em SP, hospital municipal tem superlotação em sala de emergência

hosp_cidtira.jpg
 
Foto: Divulgação
 
Jornal GGN - No bairro de Cidade Tiradentes, no extremo leste da cidade de São Paulo, o hospital municipal tinha 38 pacientes em sua sala de emergência, local que tem capacidade para dez pessoas, em média.
 
De acordo com reportagem do jornal Agora, pessoas com quadros graves, como vítimas de acidentes de trânsito, dividam espaço com pacientes com quadros estáveis. Além disso, pessoas com doenças infecciosas e que deveriam ficar em isolamento utilizam áreas comuns do hospital, como banheiros.
 
A Secretaria Municipal de Saúde, da gestão do prefeito João Doria (PSDB), explicou que atende a todos os pacientes que dão entrada na emergência, mas não deu prazo para resolver a situação em Cidade Tiradentes. 

Leia mais »

Sem votos

A missão destruidora de Meirelles e Goldfajn, por Paulo Kliass

temer_meirelles_-_beto_barata_pr_1.jpg

Foto: Beto Barata/PR

Da Carta Maior

Enquanto isso, na sala de juros...
 
Contando com atores estratégicos, os usurpadores lograram êxito em seu plano de sabotagem da ordem constitucional.
 
por Paulo Kliass
 
Passado mais de um ano desde que Dilma Roussef foi afastada do exercício da Presidência da República de forma casuística, o balanço do período em que o vice passou a ocupar as funções no Palácio Planalto pode ser qualificado como bastante trágico. A crise política, econômica, social e institucional aprofundou-se de maneira impressionante.
 
O principal argumento utilizado pelos setores do financismo, como tentativa de justificativa para o golpeachment, era a suposta incapacidade da equipe que vencera as eleições em outubro de 2014. Dessa forma, todos os problemas do Brasil seriam resolvidos, da noite para o dia, apenas com a saída da Presidenta. De acordo com tal raciocínio carregado de oportunismo, pouco importa o rito democrático e o respeito à institucionalidade da ordem republicana.

Leia mais »

Média: 4.4 (7 votos)

Governo repassou R$ 2,6 milhões a faculdade de Gilmar nos últimos 8 anos

Foto: Agência Brasil

Jornal GGN - O governo federal revelou em matéria da Folha de S. Paulo, publicada nesta quarta (31), que o IDP (Instituo Brasiliense de Direito Público), faculdade cujo um dos sócios é Gilmar Mendes, recebeu nos últimos 8 anos cerca de R$ 2,64 milhões de patrocínio. Só em 2017, já foram repassados R$ 180 mil.

A informação veio à tona após o jornal cobrar explicações sobre a participação de Michel Temer em um evento do Instituto nos dias 20 e 21 de junho - poucos mais de 10 dias após o Tribunal Superior Eleitoral, presidido por Gilmar Mendes, retomar o julgamento da ação de cassação.

Segundo a Folha, Temer, ministros de seu governo, o diretor-geral da Polícia Federal Leandro Daiello, Cármen Lúcia e outras autoridades devem participar do "7º Seminário Internacional de Direito Administrativo e Administração Pública - Segurança Pública a Partir do Sistema Prisional". O evento vai receber da Caixa Econômica Federal cerca de R$ 90 mil. Leia mais »

Média: 5 (4 votos)

A República da Mala Preta, por Leo Villanova

por Leo Villanova

Leia mais »

Média: 5 (7 votos)

Secretário de Doria ameaça agredir agente cultural: “vou quebrar sua cara”

doria_virada_leon_rodrigues_secom_0.jpeg
 
Foto: Leon Rodrigues/SECOM
 
Jornal GGN - André Sturm, secretário de Cultura de São Paulo, ameaçou um agente cultural de agressão durante reunião realizada na Secretaria Municipal nesta segunda-feira (29). No local, também estavam presentes a coordenadora do Núcleo das Casas de Cultura, Priscila Machado e a assessoria Bárbara Rodarte.
 
A reunião discutia a renovação do contrato de gestão compartilhada da Casa de Cultura Emerlino Matarazzo/Ocupação Cultural Mateus Santos, que se encerrou em abril. Ao ser questionado sobre a falta de investimento da prefeitura na cultura, Sturm disse que iria tirar o grupo do espaço.
 
Então, o agente cultural Gustavo Soares, do Movimento Cultural Ermelino Matarazzo, disse que o secretário estava “desequilibrado”, ao que Sturm respondeu: “vou quebrar sua cara”.

Leia mais »

Média: 5 (2 votos)