Revista GGN

Assine

América Latina

O caso Santiago Maldonado na Argentina: quando a sociedade exclama, por Maíra Vasconcelos

do Jornaliskra

O caso Santiago Maldonado na Argentina: quando a sociedade exclama

por Maíra Vasconcelos

A argentina é exemplo de luta pelos direitos humanos na América Latina e, diante de seguidos empenhos da sociedade civil, como sabemos o repetido lema memória, verdade e justiça para que nunca se esqueça sobre os 30.000 desaparecidos da ditadura militar (1976-1983) no país e para que os responsáveis continuem sendo julgados e presos. Também o recente caso de Santiago Maldonado expõe a capacidade de mobilização civil, reivindicação de direitos humanos e alta politização para discussão sobre o desaparecimento de pessoas em democracia.

Leia mais »

Média: 5 (7 votos)

Venezuela: Maduro vence, mas não convence

Enviado por Antonio Ateu

do Esquerda.net

Venezuela: Maduro vence, mas não convence

Primeiro balanço das eleições regionais da Venezuela: os maduristas arrancaram uma vitória, mas longe de “arrasadora”. A votação no Grande Pólo Patriótico está muito claramente abaixo dos supostos 8,3 milhões que teriam sido depositados nas urnas na eleição da “Constituinte”. Resultado: as contas não batem certo.

por Luis Leiria

O chavismo venceu as eleições regionais da Venezuela do passado domingo. O presidente Nicolás Maduro apressou-se a declarar uma "vitória arrasadora" do seu partido, que conquistou 18 governos contra cinco da oposição, sendo que no estado de Bolívar a vitória do candidato oficialista só foi proclamada pela CNE na madrugada desta quarta-feira e por pouco mais de 1500 votos. Leia mais »

Vídeos

Veja o vídeo
Média: 1 (18 votos)

América Latina vê aumento da corrupção e Brasil tem esperança

A percepção de toda a região é de que a corrupção aumentou em um ano e os governos já não conseguem mais responder ou solucioná-la. Brasil está em quarto lugar na corrupção pela visão dos cidadãos, mas lidera a lista de que o povo pode modificar este cenário
 

Foto: Stringer/Reuters
 
Jornal GGN - Para 78% dos brasileiros, a corrupção aumentou no Brasil. Pesquisa divulgada hoje pela Transparência Internacional mostra que para 64% dos entrevistados, o nível de corrupção "cresceu muito" no país e outros 14% avaliam que "aumentou consideravelmente". 
 
Mas não feita apenas no Brasil. O relatório que entrevistou 22 mil pessoas em 20 países da América Latina e Caribe traz a constatação de que a falta da confiança das pessoas nos governos para resolver o problema da corrupção é geral na região.
 
Mais da metade dos entrevistados na região, 53%, entendem que o governo está falhando em resolver a corrupção. Ainda, apesar de mirar em situações aleatórias de entrevistados, não apenas em setores políticos ou representantes econômicos e públicos, 29% admitiu em toda a América Latina e Caribe que tiveram que "pagar um suborno" para usar um serviço público nos últimos 12 meses.
Média: 1 (4 votos)

Terremoto no México deixa pelo menos 49 mortos

Da Agência Brasil com EFE

Pelo menos 49 pessoas morreram nos estados de Morelos, Puebla e do México devido ao terremoto de magnitude 7 na escala Richter que sacudiu nesta terça-feira a região central do México. Por sua vez, na Cidade do México há um total de 27 edifícios destruídos e as equipes de resgate e os moradores trabalham para retirar as pessoas que poderiam estar debaixo dos escombros. As informações são da agência de notícias EFE.

No estado Morelos, epicentro do sismo, foram contabilizadas 42 vítimas fatais, enquanto no estado do México morreram dois adultos e três crianças e no de Puebla mais duas pessoas, de acordo com relatórios oficiais preliminares. O maior número de mortes foi registrado na localidade de Jojutla (12), segundo informou o governador Graco Ramírez por meio do Twitter.

Leia mais »

Média: 3.5 (2 votos)

11 de Setembro – não esquecer é fundamental por mais doloroso que seja recordar, por Alice Branco

11 de Setembro – não esquecer é fundamental por mais doloroso que seja recordar

por Alice Branco

Todo 11 de Setembro eu sinto, de novo e de novo, a angústia daqueles dias. A radio com o aviso do golpe militar, os aviões passando baixo para bombardear La Moneda, a correria nas ruas, o susto, o medo, o desespero da destruição do nosso governo popular. Sim, nosso pois que do povo. Nosso, brasileiros que moravamos lá, trabalhando ombro a ombro com os chilenos. Nosso governo popular, do coração.

Este foi o aviso que ouvimos logo cedo:

Leia mais »

Média: 4.2 (17 votos)

Irma: Uma lição de política prática

Enviado por Vânia

no A Verdade

Visão de um cubano sobre o furacão Irma

Por Sergio Serrano

Mulher furiosa que com seu arrasador andar nos dá uma lição de política prática. Anuncia que vai para Cuba e que, daí, viajará, como qualquer balseiro, rumo à Flórida para buscar o sonho americano.

Oh, surpresa! O sonho americano consiste em um grito que diz "vem, Irma, salve-se quem puder".As pessoas correm ao supermercado para acumular comida até desabastecê-lo totalmente. As pessoas, em seus carros, procedem a evacuação gerando o bloqueio das vias. As pessoas pensam se está em dia o pagamento do seguro.

Leia mais »

Média: 4.4 (30 votos)

Terremoto que atingiu o México foi o maior nos últimos 32 anos


Prédios de Oaxaca danificados após o México ter sido fortemente sacudido por um terremoto de 8,4 pontos de magnitude na escala Richter - Foto: Mario Arturo Martinez/EPA/Lusa

Da Agência Brasil

O terremoto que atingiu a costa sudoeste do México foi o mais forte registrado no país nos últimos 32 anos. Segundo o Observatório Sismológico da Universidade de Brasília (OBSIS/UnB), o fenômeno natural, que teve magnitude 8,1 na escala Richter (considerado forte), aconteceu por conta de uma falha normal em uma profundidade intermediária.

O terremoto atingiu a costa na costa sudoeste do México, próximo da cidade de Chiapas, às 23h49 de quinta-feira (7). Segundo informações do Observatório, foi gerado um alerta de tsunami na região.

Até o momento, foram registrados cinco terremotos secundários, com magnitudes entre 4,9 e 6,1, pelo sistema do OBSIS/UnB. Um alerta de Tsunami foi gerado para a região e as ondas podem atingir até 3 metros de altura, segundo o professor Marcelo Rocha, do Observatório Sismológico.

Leia mais »

Sem votos

Onde está Santiago Maldonado?, por Maíra Vasconcelos

Onde está Santiago Maldonado?

por Maíra Vasconcelos

Na última sexta-feira, primeiro dia de setembro, na Praça de Maio, mais de 250 mil pessoas pediam o aparecimento com vida de Santiago Maldonado, 28 anos, desaparecido há um mês, após participar de um protesto. “Com vida o levaram, com vida o queremos”, diziam alguns cartazes. O irmão de Santiago, Sergio Maldonado, falou aos manifestantes, e também Estela, a mãe do jovem desaparecido, com o apoio de representantes das Avós e Mães de Praça de Maio e organismos de direitos humanos da Argentina.

Leia mais »

Média: 5 (3 votos)

Venezuela. Socialismo sem luta armada. Revolução pacífica. É agora ou nunca!!!, por Afrânio Silva Jardim

do Empório do Direito

Venezuela. Socialismo sem luta armada. Revolução pacífica. É agora ou nunca!!!

por Afrânio Silva Jardim

As categorias marxistas podem ser consideradas como uma verdadeira “lente de aumento”, que nos habilita a ver, mais claramente, aquilo que se encontra oculto, ou seja, aquilo que está por trás das aparentes verdades, difundidas pelas classes privilegiadas de uma sociedade, mediante dissimulações de sua imprensa.

Dizendo de outra maneira:

O método dialético materialista e as categorias marxistas são instrumentos teóricos, adequados e pertinentes, que nos habilitam a compreender melhor o que se oculta por trás da estrutura de uma sociedade dividida em classes, o que nem sempre é percebido por aqueles que têm uma consciência ingênua ou absorveram ideologia desta classe privilegiada.

Ainda, de outra forma, mais resumida:

A consciência crítica nos permite ver o que está por trás de uma falsa realidade, que jamais é percebida pelas chamadas consciências ingênuas.

Não vou, nesta oportunidade, tratar de temas jurídicos. Não vou tratar da Venezuela dentro da lógica de uma continuidade do sistema jurídico burguês, mas sim em uma perspectiva revolucionária. Meu “local de fala” é o do socialismo democrático, sendo o Direito um meio e não um fim em si mesmo.

Leia mais »

Média: 4.3 (11 votos)

Embaixadores de 12 países apoiam Parlamento venezuelano

Da Agência Brasil com EFE

Embaixadores de 12 países compareceram hoje (19) à sede do Parlamento venezuelano, de maioria opositora, para expressar apoio após a Assembleia Constituinte ter assumido as competências do órgão para legislar.

Compareceram à sede da entidade em Caracas representantes das embaixadas da Espanha, Holanda, Chile, Itália, Alemanha, Áustria, Argentina, Polônia, México, França, Reino Unido e Portugal.

Esta é a maior presença até o momento de embaixadores no Parlamento venezuelano, que já recebeu a visita de apoio de diplomatas de vários países críticos à Constituinte instalada pelo governo.

Leia mais »

Média: 3.5 (8 votos)

Ex-procuradora atribui perseguição de Maduro à investigação do caso Odebrecht


Foto: Cristian Hernández/EFE/Arquivo

Da Agência Brasil e EFE

A ex-procuradora-geral da Venezuela, Luisa Ortega Díaz, atribuiu a "perseguição sistemática" do governo de Nicolás Maduro a ela e aos funcionários do Ministério Público à investigação do escândalo de pagamento de propina da construtora brasileira Odebrecht em vários países da região. A informação é da agência EFE.

"É o maior caso de corrupção na região e isso os mantêm muito preocupados e angustiados, porque eles sabem que temos informação e detalhes de todas as operações e valores", afirmou Luisa Díaz em uma participação por telefone na Cúpula de Procuradores e Promotores da América Latina, que se encerra nesta sexta-feira (15) no México.

Leia mais »

Média: 1 (7 votos)

Países fundadores do Mercosul não reconhecem Constituinte venezuelana


Chanceleres da Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai - Foto: EFE

Da Agência Brasil

Por Maiana Diniz 

O Ministério das Relações Exteriores divulgou nesta sexta (18) uma nota em que diz que os países fundadores do Mercosul – Brasil, Paraguai, Uruguai e Argentina – condenam e não reconhecem a decisão da Assembleia Nacional Constituinte (ANC) da Venezuela de “usurpar” as atribuições do parlamento venezuelano.

"Os países fundadores do Mercosul não reconhecem essa medida ou qualquer outra adotada pela Assembleia Constituinte, cuja convocação foi feita ao arrepio da ordem constitucional venezuelana”, diz o comunicado. A nota destaca que a Assembleia Nacional da Venezuela (Parlamento) foi eleita democraticamente pela maioria dos venezuelanos e “é a única e exclusiva titular” do Poder Legislativo no país.

Composta por aliados do presidente Nicolás Maduro, a Assembleia Nacional Constituinte decidiu hoje, por unanimidade, que vai assumir competências do Parlamento da Venezuela, controlado pela oposição. A decisão foi anunciada após o conselho da Assembleia Nacional (Câmara dos Deputados) não comparecer a uma reunião convocada pela ANC para hoje.

Leia mais »

Média: 2.3 (12 votos)

Libertários americanos e a reinvenção da política na América Latina, por Lee Fang

do The Intercept

ESFERA DE INFLUÊNCIA: COMO OS LIBERTÁRIOS AMERICANOS ESTÃO REINVENTANDO A POLÍTICA LATINO-AMERICANA

por Lee Fang

PARA ALEJANDRO CHAFUEN, a reunião desta primavera no Brick Hotel, em Buenos Aires, foi tanto uma volta para casa quanto uma volta olímpica. Chafuen, um esguio argentino-americano, passou a vida adulta se dedicando a combater os movimentos sociais e governos de esquerda das Américas do Sul e Central, substituindo-os por uma versão pró-empresariado do libertarianismo.

Ele lutou sozinho durante décadas, mas isso está mudando. Chafuen estava rodeado de amigos no Latin America Liberty Forum 2017. Essa reunião internacional de ativistas libertários foi patrocinada pela Atlas Economic Research Foundation, uma organização sem fins lucrativos conhecida como Atlas Network (Rede Atlas), que Chafuen dirige desde 1991. No Brick Hotel, ele festejou as vitórias recentes; seus anos de trabalho estavam começando a render frutos – graças às circunstâncias políticas e econômicas e à rede de ativistas que Chafuen se esforçou tanto para criar.

Leia mais »

Média: 4.6 (9 votos)

Eleição: O governo argentino escondeu os resultados para fazer um show

do Página 12

Para Moreau, o governo escondeu os resultados para fazer um show

Na Argentina, o candidato a deputado nacional pela Unidad Ciudadana Leopoldo Moreau, denunciou que o governo "seqüestrou cerca de 300 mil votos" dos bonaerenses para fechar a contagem provisória sem contar com 1.500 mesas em um território onde as pesquisas oficiais mostraram uma diferença de décimos entre o candidato de Cambiemos Esteban Bullrich e a ex-presidente Cristina Fernández de Kirchner. "Eles fizeram aparecer um resultado e o congelaram por quatro ou cinco horas para fazer um show em horário nobre da televisão, quando, na verdade, eles perderam em 14 províncias argentinas. Eles sequestraram os votos de 300.000 bonaerenses", denunciou Moreau.

Leia mais »

Média: 3.7 (6 votos)

Senado define posição sobre Venezuela

Foto Roque de Sá/Agência Senado

Jornal GGN – Amanhã, terça-feira, dia 15, o Senado definirá sua posição sobre a crise na Venezuela em sessão deliberativa. Na pauta, dois requerimentos abordando os acontecimentos no país: um de Ricardo Ferraço (PSDB-ES), que quer voto de censura ao presidente Nicolas Maduro, e outro de Jorge Viana (PT-AC) já aprovado na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE), pedindo a criação de comissão externa a ser presidida por Fernando Collor (PTC-AC), presidente do colegiado, que iria ao país vizinho em “missão de bons ofícios”, oferecendo ajuda no restabelecimento de vias de diálogo entre governo e oposição.

A crise na Venezuela aprofundou-se quando Maduro perdeu as eleições legislativas e convocou nova constituinte. A oposição boicotou e os protestos, violentos, já resultaram em mais de 100 mortes nos dois lados da contenda. Alguns líderes oposicionistas estão presos. O governo brasileiro agiu para suspender o país do bloco do Mercosul, com base na cláusula democrática.

Leia mais »

Média: 3.7 (3 votos)